CPI da Pandemia: um olho na tv e outro nas redes sociais

Audiência da TV Senado duplicou e a CPI está diariamente entre os trending topics das redes

Por André Jácomo*

O fenômeno das duas telas, quando o consumidor está atento tanto à tela da televisão ou do notebook quanto à tela do celular, não é recente. Provavelmente a maioria de nós assiste a noticiário, esportes ou séries com um olho na TV e outro no celular, dividindo nossas opiniões com outros nas redes sociais.

Agora, em tempos de pandemia, isso parece mais acentuado. Sem as conversas no cafezinho do trabalho, na parada de ônibus ou na mesa de bar, os acontecimentos mais importantes do Brasil são narrados e comentados em tempo real com nossos amigos no WhatsApp, no Twitter ou no Instagram.

A CPI da Pandemia é o melhor exemplo disso. De acordo com alguns relatórios divulgados, a audiência da TV Senado mais que duplicou de tamanho (isso sem contar a transmissão ao vivo pelo YouTube) e os canais de notícias lideram a audiência na tv paga. No ambiente digital, diariamente a CPI está entre os trending topics, mobilizando milhares de interações entre os indivíduos.

Com tanta mobilização da sociedade em volta do assunto, alguns políticos estão aproveitando o momento para aumentar sua visibilidade e influência no ambiente digital. O ranking FSBinfluênciaCongresso, que mede semanalmente os parlamentares mais influentes nas redes sociais, mostra que os membros da CPI estão entre os mais populares do Senado Federal.

Além disso, Otto Alencar (PSD/BA), Omar Aziz (PSD/AM) e Alessandro Vieira (Cidadania/SE) estão entre os senadores que mais cresceram em popularidade digital na última semana. Todos tiveram postagens que viralizaram.

Sem Big Brother, a política é o grande reality show do país no momento.

*André Jácomo é diretor do Instituto FSB Pesquisa

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.