Conheça o ranking desta semana dos congressistas nas redes sociais

No FSBinfluênciaCongresso, Maia dispara no ranking e alcança grupo dos mais influentes na Câmara; Humberto Costa retoma liderança no Senado

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, teve ascensão surpreendente ao grupo dos dez parlamentares mais influentes nas redes sociais, conforme mostra o ranking FSBinfluênciaCongresso desta semana. O deputado subiu consideráveis 32 posições no levantamento, assumindo a quinta posição, e se aproximando do grupo que vem se mantendo no topo da lista há várias semanas. A dianteira segue há quatro semanas ocupada por André Janones (Avante-MG), seguido por Carla Zambelli (PSL-SP) em segundo e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) em terceiro, caindo uma posição em relação à semana anterior.

A liderança de Rodrigo Maia se justifica pelo grande engajamento das publicações contra a quebra do teto de gastos públicos, em defesa da reforma tributária, afirmando que uma nova CPMF não passará na Casa, e, exatamente por manifestar estas posições, ocupou uma posição de confronto com o ministro da Economia, Paulo Guedes. As diferenças entre o presidente da Câmara e o ministro da Economia estamparam muito o noticiário político na semana.

O pastor Marco Feliciano (Pode-SP) e o deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) foram os parlamentares que mais apresentaram queda nesta semana. Feliciano caiu oito posições e passou a ocupar o 17º lugar. Já Jordy, que atua em favor do presidente Bolsonaro e contra seus adversários políticos nas redes sociais, caiu seis posições, passando a ocupar o 12º lugar.

Senado Federal

Após um mês liderando o ranking FSBinfluênciaCongresso, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) foi ultrapassado nesta semana pelo senador Humberto Costa (PT-PE). Isso porque o senador petista tem manifestado nas redes socias opiniões a respeito das queimadas, sobre possibilidade de congelamento de aposentadorias e pensões e cortes de benefícios para as pessoas com deficiência, além de críticas ao Renda Brasil. Flávio Bolsonaro caiu para o segundo lugar, seguido pelo veterano Álvaro Dias (Pode-PR), líder do partido na Casa.

Desempenho significativo teve o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) que avançou 13 posições e ocupa agora o décimo lugar no ranking. Com carreira na Polícia Civil, o parlamentar marcou posição nas redes criticando possíveis cortes de benefícios pelo governo federal, comemorou o fim do mandato do ministro Dias Toffoli no STF e defendeu a operação Lava-Jato.

Vale ressaltar ainda as movimentações nas redes sociais do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que lhe conferiram uma ascensão de 12 posições, ocupando assim o 15º lugar dentre os 81 senadores da República.

Confira aquiaqui o ranking do Senado Federal.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.