Um conteúdo Bússola

Conheça 12 mulheres que estão fazendo a diferença no mercado de inovação

Participação feminina no mercado de tecnologia cresceu 60% nos últimos cincos anos, revela dados
 (Ponomariova_Maria/Getty Images)
(Ponomariova_Maria/Getty Images)
B
Bússola

Publicado em 04/03/2022 às 15:49.

Última atualização em 10/03/2022 às 13:38.

Não é novidade a importância da igualdade de gênero no mercado de trabalho e o quanto é necessário promover a justiça de oportunidades e a inclusão feminina, reduzindo diferenças entre cargos e salários. No início de 2021, o Banco Nacional de Empregos (BNE) identificou 12.716 candidaturas femininas para vagas de tecnologia, contra 10.375 no mesmo período do ano anterior.

Já dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), apontam que a participação feminina no mercado de tecnologia cresceu 60% nos últimos cincos anos, passando de 27,9 mil mulheres para 44,5 mil em 2020, o que reforça as oportunidades que elas podem encontrar no setor.

Diante deste cenário, é possível observar que cada vez mais as empresas estão abraçando o público feminino e, principalmente, acreditando em todo potencial que as mulheres têm a oferecer e fornecendo espaço para que essas cresçam. Um exemplo de negócio é a NeuralMed, healthtech que desenvolve soluções de auxílio à triagem e fluxo de pacientes nas instituições de saúde, que possui hoje 62% do time de ciência de dados formado por mulheres.

Assim, com o intuito de exemplificar a atuação do público feminino no mercado da inovação, a Bússola listou 11 especialistas de diferentes empresas que desenvolveram projetos inovadores nos últimos anos.

Yasmin Rodrigues, produtora de jogos no Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia

Formada em Publicidade e Desenvolvimento de Jogos, tem dois artigos publicados, já participou de diversas ações voltadas ao empreendedorismo e foi premiada duas vezes pela Embaixada Americana. Yasmin é game producer no Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, trabalha com projetos de avatares e emojis, colabora com a organização e planejamento de escopos junto ao time técnico, é expert em comunicação, planejamento e pão caseiro.

Ingrid Barth, vice-presidente da Abstartups

Atuando no mercado financeiro há 17 anos, atualmente Ingrid é COO no Linker, fintech a qual é cofundadora. Membro do conselho de Open Banking do Banco Central do Brasil e vice-presidente da Associação Brasileira de Startups desde 2021, já foi presidente da Associação Brasileira de Fintechs entre 2018 e 2020. Desde novembro ela também é mãe da pequena Maya.

Irina Campos, COO da Nvoip

Além de ser cofundadora da startup com a maior cobertura de telefonia em nuvem do Brasil, comanda toda a operação do time de liderança com os demais C-Levels da empresa. Com participação essencial na estruturação, melhoria e alinhamento de processos, funções, squads e setores. Irina é responsável pela metrificação e alcance dos resultados. Além disso, Campos é peça-chave na promoção do engajamento e motivação do time. Trabalhando diretamente com o CEO,  é responsável por fornecer para a tomada de decisões e atendimento de três mil clientes recorrentes.

Patrícia Osório, CRO da Birdie

Cofundadora da startup que possui uma plataforma SaaS geradora de insights para desenvolvimento de produtos, Osorio é formada em Administração de Empresas pela FGV-EAESP e Direito pela USP — Universidade de São Paulo. Também estudou Growth Hacking na Growth Tribe Academy (Europa) e tem experiência com growth marketing, vendas B2B, SaaS e e-commerce.

Patrícia também é cofundadora do GVAngels, grupo de investidores-anjo formado por ex-alunos da FGV, membro do conselho consultivo do Alumni FGV-EAESP e foi nomeada uma das principais investidoras femininas da América Latina em 2021 pela Associação Latino-Americana de Private Equity & Venture Capital (LAVCA).

Danielle Leonel, Liga Ventures

Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e mestre em Administração pela mesma instituição, Danielle já passou por diversas empresas atuando na modelagem de negócios e empreendedorismo de base tecnológica e vivência em habitats de inovação.

Atualmente, é Gestora de Relacionamentos Institucionais na Liga Ventures, rede de inovação aberta que conecta empresas e startups a fim de potencializar interações e gerar novos negócios, e se dedica ao estudo da temática políticas públicas de inovação e fatores críticos de sucesso de incubadoras de empresas e parques tecnológicos. Ela tem sido uma peça essencial para o sucesso das ações da Liga em seus projetos focados em impulsionar o ecossistema de inovação e startups no país.

Amanda Alves, Head de Pessoas e Cultura do VExpenses

No VExpenses, plataforma que automatiza a gestão de despesas de equipes e funcionários, Amanda Alves é responsável pela estruturação e liderança de todos os processos de Gestão de Pessoas, tais como recrutamento e seleção, gestão do desempenho, engajamento e retenção.

Uma de suas principais ações dentro disso, que reverbera resultados surpreendentes hoje, foi a criação de um grupo de afinidade feminino, chamado Coletivo Clicquot, que veio para debater e realizar ações sobre a igualdade de gênero dentro da empresa e do mercado em si. Para ela é importante sinalizar ao mercado e para todas as mulheres que, mesmo em setores onde a presença feminina é menor, a companhia precisa estar disposta a mudar o cenário.

Carolina Moncorvo, Head of Marketing and Sales da Vivalisto

Há mais de um ano na Vivalisto, primeira e maior plataforma de gestão transacional para compra e venda de imóveis e que possui 50% da liderança composta por mulheres, Carolina foi responsável pela construção do time comercial e de marketing. A profissional garante entrosamento na área, permitindo uma comunicação integrada que faz com que a proptech atinja de forma mais assertiva o público-alvo.

Apaixonada por pessoas, assumiu também a frente de People da empresa, estruturando a cultura e o entendimento de todos os colaboradores quanto ao momento e negócio da Vivalisto. Os 22 anos como nadadora profissional fizeram com que a profissional obtivesse a capacidade de atuar sob alto nível de pressão, com disciplina, desafios e espírito de equipe. É uma líder nata.

Juliana Teixeira, Cofundadora e CS Manager da Nanoprice

Tendo uma atuação importante na Nanoprice, primeira marmoraria online do Brasil, que conecta arquitetos, construtores e consumidores finais com marmorarias, Juliana é responsável por gerar o valor necessário na forma de atender os clientes e parceiros em todos os processos, contribuindo para que que a startup seja referência no mercado.

Além de ser a responsável pelos processos de atendimento, também realiza a gestão de parceiros, entrega de projetos, envio de NPS, é responsável pelo onboarding de clientes e sempre mapeia novas oportunidades de compra.

Caroline Nunes, CEO da InspireIP 

Com apenas 28 anos, Caroline Nunes é CEO e fundadora da Inspire IP, startup acelerada pelo InovAtiva Brasil. A empresa trabalha com a tecnologia blockchain para fazer o registro de propriedade intelectual no ambiente virtual, e também conta com uma plataforma de NFT (Token Não Fungível). A área de tecnologia de ponta em que está inserida é particularmente masculina dentro do empreendedorismo inovador, mas a empreendedora não desanima. Recentemente, a startup adquiriu seu próprio terreno no metaverso para oferecer cada vez mais opções interativas para seus clientes.

Pamela Paz, CEO da Tuim e da John Richard

Há 11 anos, Pamela Paz transforma espaços em experiências únicas, repensando a forma do consumo de móveis no Brasil. Integrante do programa de empreendedoras Winning Women Brasil da EY, a empresária desde pequena esteve presente no mundo dos negócios. Pamela foi a primeira montadora de móveis da John Richard, empresa familiar que há mais de 20 anos desenvolve soluções de mobiliário corporativo e residencial.

Acompanhando as tendências do mercado, em 2019, ela decidiu colocar em prática a ideia de alugar móveis e tornar a compra obsoleta. Com isso, nasceu a Tuim, primeira empresa de móveis por assinatura no país. A empresária aposta principalmente em oferecer flexibilidade, agilidade para mudar, consumo consciente e soluções que acompanham as mudanças e aspirações da vida de cada cliente.

Carla Cassiana Brandão Schork, Diretora de Mercado da Texneo

Carla é uma long life learner e profissional de experiência consolidada na indústria têxtil nas áreas de supply chain e mercado (MKT, P&D e vendas nacionais e internacionais). Carla é atuante na definição da estratégia da empresa e acredita que a inovação é a principal ferramenta de transformação do negócio.

Renata Horta - Sócia Fundadora e Diretora de Conhecimento e Inovação na Troposlab

Com 19 anos de carreira, Renata é psicóloga e mestre em administração com enfoque em cultura organizacional, ambos pela UFMG. Possui mais de 10 anos de experiência no desenho de Programas de Inovação, Gestão da Inovação, Geração e aceleração de startups, desenvolvimento de empreendedores em contexto de inovação tecnológica, design thinking, tendo atuado em programas de inovação de empresas como Saint-Gobain, Fiat, Roche, RHI Magnesita, Nestlé, Mercedes e também programas premiados de desenvolvimento do ecossistema de inovação do Estado de Minas Gerais.

Renata participou de diversas formações voltadas a inovação entre elas Management 3.0 com Jurgen Appelo, Design de Serviços com Marc Stikdorn e Customer Development com Steve Blank. Tem familiaridade com processos ágeis, open innovation, futurismo e tendências tecnológicas. Ela é também é conselheira da  escola de tecnologia Sirius. Psicóloga, especialista em Inovação e designer Comportamental, além de fazer parte do Conselho de Inovação da ACMInas, entidade empresarial que atinge empresas de vários portes e setores do estado de Minas Gerais. Na Troposlab, elabora programas para fazer a inovação acontecer de forma sistemática e com foco em pessoas e resultados, integrando tecnologia, inovação e cultura organizacional.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Veja também