Um conteúdo Bússola

Como é sua relação com o dinheiro?

Confira cinco dicas para melhorar sua educação financeira e lidar melhor com o seu dinheiro
É preciso entender a importância entre necessidade e desejo de consumo (Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)
É preciso entender a importância entre necessidade e desejo de consumo (Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)
B
BússolaPublicado em 24/09/2022 às 18:30.

Por Eric Garmes*

Você vive para trabalhar e ter dinheiro? Guarda suas economias ou nem sabe como andam as suas finanças? Enfim, como é a sua relação com o dinheiro? Não é novidade que o dinheiro é um fator importante na vida das pessoas. Ele está presente em praticamente todos os aspectos e possibilita a realização de sonhos e objetivos.

Por outro lado, também pode ser fonte de grandes dores de cabeça quando não é bem administrado. No cenário atual, a nossa relação com o dinheiro tem se tornado cada vez mais complexa. A falta de educação financeira e a grande oferta de crédito são fatores que interferem diretamente nestas dinâmicas. Mas afinal de contas, o que é ter uma boa relação com o dinheiro? Como podemos chegar até lá?

Antes de conferir algumas dicas para lidar melhor com seu dinheiro, é importante saber o que caracteriza esta boa relação. No geral, esta é uma relação que precisa de equilíbrio. Afinal, ter uma boa relação com as finanças é saber diferenciar suas necessidades de seus desejos e utilizar seu dinheiro como aliado e não como vilão. Esta relação interfere diretamente em muitos aspectos de nossa vida pessoal, amorosa e profissional, por isso, buscar a harmonia é imprescindível. Além disso, a boa relação garante maior realização e tranquilidade.

Vamos para as dicas de como ter uma boa relação com o dinheiro?

1) Entenda a diferença entre suas necessidades e seus desejos

Esta talvez seja a dica principal, apesar de já conhecida. Pois, frequentemente, nos deixamos levar pelo calor do momento e propagandas e acabamos comprando itens que não precisamos. Saber identificar e controlar estes impulsos é fundamental. Sempre que ele vier à sua mente, reflita se você realmente precisa do item ou se é algo desnecessário.

2) Estude mais sobre finanças

Educação financeira ainda é um tema pouco discutido no Brasil, apesar de sua grande importância. Se você busca melhorar sua relação com o dinheiro, aprender mais sobre finanças é um passo importante. Procure entender sobre investimentos e dicas para economizar no dia a dia.

Você pode começar consultando livros, canais do Youtube e até mesmo consumindo os conteúdos do nosso blog!

3) Comece a poupar

Pode parecer uma missão impossível para quem não tem controle das próprias finanças, mas criar o hábito de poupar te dará a possibilidade de realizar sonhos no futuro, ter uma boa condição financeira na aposentadoria, por exemplo.

Você pode começar guardando um pequeno valor por mês e ir aumentando devagar até chegar ao valor desejado. Aliás, vale lembrar que você poderá investir este valor no futuro, o que pode render ainda mais lucros.

4) Entenda que seu crédito não é sua renda

A facilidade em conseguir crédito pode ser uma armadilha em nossa mente. É comum que muitas pessoas se deixem levar, na ilusão de que aquele valor funcionaria como uma renda adicional. Procure sempre utilizar seu crédito com muita prudência e de preferência apenas quando for realmente necessário, afinal de contas é uma dívida que você está fazendo.

Falar sobre dinheiro ainda é um tema delicado para muitas pessoas, mas quanto maior o acesso à informação e ao debate, mais conhecimento temos para ter uma boa relação com nossas finanças.

5) Tenha objetivos

Defina algumas metas de curto, médio e longo prazo para iniciar sua administração financeira. Mas, lembra-se, deve ser algo realiza, ou seja, que possa ser alcançado. Caso contrário, poderá fazer com que você desista no meio do caminho. Portanto, crie objetivos pessoais que queira alcançar e com a ajuda de um planejamento, lute para conquistá-los.

*Eric Garmes é cofounder da Paschoalotto e Pagou Fácil

Este é um conteúdo da Bússola, parceria entre a FSB Comunicação e a Exame. O texto não reflete necessariamente a opinião da Exame.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Juros altos e falta de apetite de riscos faz inverno chegar nos unicórnios

Paketá investe em criação de holding e plataforma de infraestrutura de crédito

Guedes recebe homenagem da Funcex e ressalta crescimento da economia

 

 

Veja Também

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 115 milhões
Minhas Finanças
Há 15 horas • 1 min de leitura

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 115 milhões

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 100 milhões
Minhas Finanças
Há 3 dias • 1 min de leitura

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 100 milhões

Onde investir o 13º salário em 2022
Minhas Finanças
Há uma semana • 5 min de leitura

Onde investir o 13º salário em 2022