Um conteúdo Bússola

Caio Carneiro: Só há uma profissão no mundo – o vendedor. Então seja bom

Imagem do “vendedor chato” contribui para um estigma com o profissional: conheça 4 técnicas para quebrar esse estereótipo e melhorar suas vendas

Por Bússola
Publicado em 27/07/2022 11:00
Última atualização em 27/07/2022 08:28

Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Por Caio Carneiro*

No Brasil ainda existe um certo preconceito com pessoas que vivem no departamento comercial, na linha de frente de um produto ou serviço. Esteja ele atrás de um balcão, do outro lado do telefone ou qualquer outro ambiente, as pessoas ainda depreciam, menosprezam ou até mesmo não levam a sério a figura do vendedor.

A grande barreira que os vendedores precisam quebrar é o estereótipo que é criado na cabeça das pessoas sobre o perfil desse profissional. Geralmente associam o vendedor com aquela pessoa focada em “empurrar” algo que não queremos, manipuladora, boa de lábia e interessada apenas em quanto será a sua comissão, não se importando com a satisfação do cliente visto que seus interesses pessoais serão sempre a prioridade.

Obviamente existem profissionais de vendas assim, nenhum estereótipo surge sem motivo algum, mas, não podemos balizar um setor pela minoria. Está cada vez mais nítido que só existe uma única profissão no mundo: o vendedor, afinal, sempre estamos vendendo algo a alguém, não importa qual seja nossa atividade central, a venda e a troca fazem parte da natureza humana.

Agora, como não se tornar uma pessoa chata? Como não se tornar aquele vendedor que ninguém gostaria de ser e ter por perto?

Trouxe alguns pontos que servirão como antídoto a essa “doença” do “vendedor chato”.

Conheça seu mercado

Quanto mais você dominar e conhecer o mercado em que atua, mais antenado estará, mais interessante se tornará e com um senso de direção muito apurado, fará com que a pessoa atendida por você perceba que está lidando com alguém que entende de seu produto e mercado.

Conheça o seu produto

Pode parecer básico, mas é justamente onde o vendedor chato erra: no óbvio! Conhecer seu produto deveria ser uma obrigação, mas, infelizmente ainda é uma virtude. Saber a fundo sobre aquilo que se vende lhe trará uma vantagem competitiva enorme, além de muito mais recursos e argumentos no momento da venda.

Conheça seu público-alvo

Vender é um processo de descobertas, quanto mais conhecermos a pessoa para a qual estamos vendendo, mais assertivos e eficientes seremos. Quanto mais a dor do meu cliente for resolvida, melhor será a minha venda, para isso acontecer tenho que conhecê-lo bem. O vendedor chato não tem tempo para te conhecer, ele quer logo fazer a venda, pegar sua comissão e ir para a próxima. Já o vendedor profissional sabe que investir tempo conhecendo o cliente é fundamental para a construção de uma boa venda.

Conheça as técnicas de vendas

Só de você saber que vendas são baseadas em um conjunto de técnicas, e que tais técnicas qualquer um pode aprender ao se dispor a estudá-las, isso já te colocará a frente da maioria do mercado. Enquanto ainda se acreditar que vender é algum tipo de dom, uma habilidade restrita apenas aqueles que falam bem, a figura do vendedor chato sempre existirá.

Ser profissional naquilo que se faz é o grande remédio para o amadorismo, em vendas não seria diferente, estude, aprenda e pratique, certamente você nunca vai passar perto de ser o tão temido vendedor chato.

*Caio Carneiroé empreendedor, investidor, expert em Vendas Diretas, palestrante e autor do best-seller Seja Foda!, livro de negócios mais vendido do país e também do livro Enfodere-se!

Este é um conteúdo da Bússola, parceria entre a FSB Comunicação e a Exame. O texto não reflete necessariamente a opinião da Exame.

Veja também


Veja Também