Um conteúdo Bússola

Bússola Trends: Experiência do cliente e corrida por leads

Qual é o limite de otimização para não sacrificar a navegação de seu site
Um planejamento bem arquitetado atrai novos clientes (Nipitphon Na Chiangmai / EyeEm/Getty Images)
Um planejamento bem arquitetado atrai novos clientes (Nipitphon Na Chiangmai / EyeEm/Getty Images)
B
BússolaPublicado em 15/06/2022 às 18:00.

Por Alexandre Loures e Flávio Castro*

Todo profissional de marketing digital busca por leads. Eles representam uma oportunidade de negócio e sem eles não é possível colocar em prática uma estratégia.

Um lead é um visitante que forneceu informações de contato dentro de um site, seja preenchendo um campo de pesquisa, participando de algum teste, em troca de algum serviço gratuito, desconto, webinar, ebooks, avaliações; alguma oferta de valor.

Ele fornece seus dados porque está provavelmente interessado no produto ou serviço ofertado.

Um plano bem arquitetado, com método, certamente atrairá diversos possíveis clientes, mas é importante saber: sem leads qualificados o resultado será insuficiente e o investimento não compensará a campanha.

Para qualifica-los, é fundamental entender profundamente quem é o cliente e o que ele busca

Observar como é a sua navegação é também entender que um lead quer ter uma experiência benéfica.

A corrida por leads muitas vezes sacrífica a experiência dos clientes.

Links, botões, vídeos, chamadas... existe um esforço enorme por essa aquisição que não presta atenção que uma pessoa interessada quer ser ainda mais atraída, conhecer mais o que busca e ter experiências positivas.

Para isso, é necessário produzir conteúdos que alimentem o interesse e criem mais conexões.

O conceito Customer Experience (CX) que, nada mais é do que a experiência do cliente, ganha cada vez mais força justamente porque o atendimento ao cliente deve ser um pilar prioritário nas estratégias de qualquer empresa.

Desde um primeiro contato, o lead deve ser acompanhado e auxiliado em todas as suas etapas de navegação e é essa jornada que deve ser satisfatória o suficiente para ele atingir seu objetivo dentro de um site.

Mesmo depois de sua saída, seja comprando ou não, a jornada continua com a fidelização e, quem sabe, chances de ele ser um advogado da marca.

Uma maneira de melhorar essa experiência é deixar o site responsivo para mobile. Parece óbvio, mas não é.

De nada adianta criar um site e somente replicá-lo para celular. Antes de mais nada se deve pensar em ter a experiência do usuário de smartphones em mente, com design otimizado e telas ajustadas para o formato.

Segundo levantamento anual divulgado pela FGV, o Brasil tem atualmente mais de um smartphone por habitante.

Inteligência artificial também propicia mudanças positivas, não só em relação à automação e otimização, mas também para gerar insights e criar conteúdo que vá ao encontro do que o lead está procurando. Ela pode segmentar um público e oferecer conteúdos que concordem com suas buscas.

Diz o ditado que “a pressa é inimiga da perfeição”.

Sacrificar a navegação em um site incluindo inúmeros chamativos, sem conteúdo pertinente, voltados somente para vender, é corroborar para a saída de um lead em potencial.

Experiência é a melhor estratégia para garantir leads qualificados, clientes e advogados de marca.

A tecnologia está a favor da experiência, disponibilizando uma infinidade de métricas e cruzamentos de dados para entender como ajustar o passo a passo de uma jornada do cliente.

Aliada a criação de conteúdos muito bem elaborados, será a virada de chave que todos procuram.

Leia mais:

Brasil tem mais smartphones que pessoas

Maioria das empresas não investe em leads qualificados para vendas

Customer Experience (CX): como fidelizar clientes e alavancar os negócios

O que você está fazendo de errado nas jornadas do cliente

Como os anúncios de IA estão interrompendo o marketing

Como uma abordagem Mobile-First pode ajudar seu negócio de geração de leads a prosperar?

*Alexandre Loures e Flávio Castro são sócios da FSB Comunicação

Este é um conteúdo da Bússola, parceria entre a FSB Comunicação e a Exame. O texto não reflete necessariamente a opinião da Exame.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

TRENDS: 3 maneiras de utilizar NFTs para engajar consumidores

Influenciadores são "ponte" entre geração Z e marcas, diz especialista inglês

Linktree lança marketplace global que incorpora links de parceiros