Bússola
Um conteúdo Bússola

Bússola Cultural: semana destaca 28ª Festa do Imigrante

Confira toda semana sugestões da Bússola com o melhor da programação cultural de São Paulo

Refugiados, migrantes e descendentes protagonizam a festa e mostram a riqueza da diversidade cultural no evento (Chris Ceneviva e Victor Herege /Divulgação)

Refugiados, migrantes e descendentes protagonizam a festa e mostram a riqueza da diversidade cultural no evento (Chris Ceneviva e Victor Herege /Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 10 de novembro de 2023 às 07h00.

Última atualização em 10 de novembro de 2023 às 12h52.

Museu da Imigração realiza a 28ª Festa do Imigrante

O Museu da Imigração realiza, em 17, 18, 19 e 20 de novembro, das 10h às 17h, a 28ª Festa do Imigrante. O evento tem refugiados, migrantes e descendentes como protagonistas, acontece no complexo da antiga Hospedaria de Imigrantes do Brás. Serão 36 horas de programação cultural, com muita música, dança, gastronomia e artesanato, de diferentes comunidades que representam mais de 55 países. O público ainda poderá vivenciar tradições de diversas partes do mundo em oficinas e visitas guiadas, conduzidas por representantes de várias nacionalidades. Inédito na festa, o FamilySearch – maior banco de dados de genealogia do mundo – possibilitará aos presentes descobrirem mais sobre a história de suas famílias. Os ingressos antecipados, já disponíveis para compra, têm desconto e dão direito à fila de acesso exclusiva para entrada na festa.

O palco, localizado no jardim do Museu, receberá, a cada dia, cerca de 15 grupos de música e dança, totalizando mais de 60 apresentações, de 34 países. Entre as atrações estão o grupo Kiendaiko, com seus tradicionais tambores japoneses, e as cantoras Mah Mooni (Irã) e Vesna Bankovic (Sérvia), que é cantora lírica da Osesp. Outros destaques são o grupo de dança coreana Abradaco, com seus leques e tambores, e representantes de diversos países africanos, como os músicos Hélio Ramalho (Cabo Verde) e Otis Selimane (Moçambique) e o grupo de instrumentistas do Centro de Estudos de Cultura da Guiné, conduzido por Aboubacar Sidibé, suplente do Conselho de Imigração de São Paulo. Na área gastronômica, com 43 expositores no total, será possível saborear pratos típicos de 37 países, como Peru, Itália, Afeganistão, Japão, Índia, Alemanha, Síria, Dinamarca, entre outros. 

28ª Festa do Imigrante, 17, 18, 19 e 20 de novembro, das 10h às 18h (bilheteria até às 17h); Entrada antecipado: R$ 16 (inteira) ou R$ 8 (meia), Bilheteria: R$ 20 (inteira) ou R$10 (meia); Museu da Imigração, Rua Visconde de Parnaíba, 1.316 – Mooca – São Paulo/SP,  Programação e ingressos

O Museu Catavento fica na Avenida Mercúrio, Parque Dom Pedro II (Divulgação/Divulgação)

Exposição "Vacinas: Uma Vitória de Todos"

O Museu Catavento, instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, e a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) inauguram a exposição temporária "Vacinas: Uma Vitória de Todos”. A mostra imersiva e interativa abre para o público em 17 de novembro e terá duração de 8 meses.

No painel “Um mundo com vacinas", os visitantes serão impactados pelos dados impressionantes e comparativos sobre a taxa de mortalidade em diferentes épocas, evidenciando o impacto positivo das vacinas na proteção das vidas humanas. Em "O Ataque dos microrganismos“, os visitantes explorarão a evolução e a natureza dos vírus e bactérias, compreendendo a sua capacidade de se espalhar e causar danos à saúde humana. A genialidade de Louis Pasteur será homenageada em "Louis Pasteur e o Desenvolvimento da Ciência que Salva Milhões de Vidas", onde serão apresentadas para os visitantes as enormes contribuições desse visionário cientista.

Vacinas: Uma Vitória de Todos, a partir de  17 de novembro de 2023 até  junho de 2024, de terça-feira a domingo, das 9h às 17h (bilheteria fecha às 16h), R$ 15 (inteira) R$ 7,5 (meia), gratuidade: às terças-feiras para todos. Mais informações sobre gratuidade neste link, Museu Catavento (Sala Multiuso – piso superior), Avenida Mercúrio, s/n, Pq Dom Pedro II. Centro 

Feira Literária Afro-Brasileira Carolina Maria de Jesus ( Alexandre de Medeiros e Leonardo Dias/Divulgação)

I FLAB -  Feira Literária Afro-Brasileira Carolina Maria de Jesus 

Com a participação de editoras consagradas e autores de expressão, repleta de novidades literárias, o Museu Afro Brasil Emanoel Araujo realizará a primeira FLAB, Feira Literária Afro-Brasileira Carolina Maria de Jesus. Terá oficinas, mesas de debates e lançamento de livros e cortejo, nos dias 11 e 12/11.

O nome da feira homenageia a imortal referência da literatura nacional Carolina Maria de Jesus, grandiosa escritora, poetisa, cantora e compositora, nome que também batiza a biblioteca da instituição, especializada em arte africana e afro-brasileira. O intenso programa de atividades estará espalhado pelos 12 mil m2 quadrados da sua sede histórica, o prédio desenhado por Niemeyer, nos dias 11 e 12 de novembro, sábado e domingo. Três espaços do Museu serão pontos focais para os visitantes na data: a Biblioteca, o Teatro Ruth de Souza e a Marquise.

A I FLAB celebra a produção literária produzida por escritores e escritoras negras/os/es e traz em sua programação grandes nomes da literatura brasileira como Esmeralda Ribeiro, Cuti, Heloísa Pires Lima, Marcelo D’Salete, Elizandra Souza, Lubi Prates entre outras participações especiais.

Feira Literária Afro-Brasileira Carolina Maria de Jesus, sábado, 11 de novembro: das 10h às 18h e domingo, 12 de novembro: das 11h às 18h, mais informações 

Revelando SJC 2023 (Paullo Amarall/Divulgação)

Revelando SP

O Ministério da Cultura e o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, apresenta a edição da capital do Revelando SP, maior programa de divulgação e fortalecimento de culturas tradicionais paulistas. O festival acontece entre 16 e 19 de novembro (quinta a domingo),  no Parque da Água Branca, das 10h às 22h.

As expressões artísticas, por sua vez, se farão presentes por meio de congada, catira, folia de reis, jongo, fandango, cururu, moçambique, dança cigana, samba de bumbo, coral indígena, violeiros, música caipira, bonecões e muito mais. Na culinária, o festival oferece uma infinidade de quitutes, com muitos preparos à base de milho, banana e amendoim, compotas, doces cristalizados, bolinhos, pastéis, queijos, o famoso buraco-quente e a curiosa farofa de formiga içá. Entre as opções de pratos, também, não falta variedade: linguiça, galinhada, feijão tropeiro, arroz vermelho com suã e a mítica comida do lobisomem.

Revelando SP – São Paulo, capital, de 16 a 19 de novembro (quinta a domingo), das 10h às 22h, Parque da Água Branca, Av. Francisco Matarazzo, 455, mais informações 

Festa de Favela com Sarau Suburbano (Man Produções/Divulgação)

Museu das Favelas e Museu da Língua Portuguesa

Para celebrar o mês de aniversário do Museu das Favelas, a sexta edição da Festa de Favela trará mais uma edição do Sarau Suburbano, comandado por Alessandro Buzo. Além disso, terá barraquinhas de comidas e bebidas. O evento acontecerá no Jardim do Museu e contará com a apresentação musical de Aline Lopes. Também terá o lançamento do livro "A Corda, Neném" do escritor Wil Delarte, com a presença das Editoras Selin Trovar e Estação Povoar. Os interessados em se apresentar no Sarau podem se inscrever durante o evento.

E em 12 de novembro, às 15h, terá o lançamento do livro “A malta indomável", do escritor Ale Santos. Uma nova ficção científica repleta de aventuras, fugas em alta velocidade e magias ancestrais. O evento contará com uma breve palestra do escritor sobre suas obras que exploram temas como afrocentricidade, ancestralidade, resistência e futuro imaginativo e stand de venda de livros

O Museu da Língua Portuguesa, no feriado da Proclamação da República (15 de novembro, quarta-feira), funcionará normalmente e os educadores da instituição estarão no Pátio A, das 11h30 às 12h30, com a atividade Saberes Negros. A ideia é mostrar a produção literária de autoras e autores negros presentes na exposição principal. Nomes como Conceição Evaristo e Machado de Assis terão seus rostos estampados em “santinhos” com uma biografia dos escritores e escritoras no verso. 

Gratuito, Museu das Favelas 

Grátis aos sábados,  Museu da Língua Portuguesa

BRL Festival AfroBrasa (Divulgação/Divulgação)

1º Festival AfroBrasa 

No sábado, 11, a partir das 12h, acontece o 1º Festival AfroBrasa na Fábrica de Cultura Brasilândia, com o objetivo de promover um encontro de artistas negros locais por meio da música. E a equipe de Biblioteca da Fábrica de Cultura Osasco realiza no dia 14, terça-feira, às 14h30, a atividade Bordando Personalidades Negras a partir da coleção Mostarda, editora que apresenta a biografia de diversas personalidades negras e indígenas. Os participantes terão contato com as obras e a prática da técnica do bordado livre. Já na biblioteca da Fábrica de Cultura Capão Redondo acontece a ação formativa Re(existências) Negras no dia 16, quinta-feira, às 10h, a fim de tratar das estratégias de resistências e aquilombamentos dos territórios periféricos.

Gratuito, mais informações Fábricas de Cultura

Espetáculo INSTAGRIMM (Jamil Kubruk/Divulgação)

Mostra de Dança do Programa de Qualificação em Artes

A 8ª edição da Mostra de Dança do Programa de Qualificação em Artes (PQA) ocorre em quatro dias, de 17 a 20 de novembro, na cidade de Mongaguá (SP). Mais de 10 companhias de dança, de várias cidades do estado paulista, se apresentam na programação gratuita que estará no palco do teatro do Centro Cultural Raul Cortez e na Praça Jacob Koukdjian.

O Qualificação em Artes é uma das ações de Oficinas Culturais, Programa da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo. Durante todo o ano, 13 companhias de dança receberam mentorias artísticas e ações culturais de orientadores e estagiários do PQA. Muitos dos grupos contaram com esses suportes pela primeira vez, os ajudando a desenvolver os espetáculos que serão apresentados a partir de 17/11. Em 2023, a Mostra de Dança do PQA traz uma programação repleta de espetáculos em diversos gêneros, entre eles, dança contemporânea, dança urbana, sapateado, jazz e balé clássico.

A programação também está disponível no site -  clique aqui - com as sinopses e fichas técnicas de cada espetáculo, grátis, distribuição de ingressos 1h antes das apresentações que ocupam o Centro Cultural Raul Cortez 

Projeto Espetáculo das Fábricas de Cultura - O Boi de Sapopemba (Divulgação/Divulgação)

Projeto Espetáculo 2023, no Teatro Sérgio Cardoso

O Projeto Espetáculo, das Fábricas de Cultura, reúne aprendizes sob a orientação de educadores de diferentes linguagens, desenvolvendo de forma integrada e participativa todas as etapas e especificidades que compõem um espetáculo cênico. É uma experiência coletiva na qual os jovens passam pela preparação corporal, vocal e musical, improvisações, dramaturgia, interpretação, cenografia, figurinos, maquiagem, iluminação, dentre outros.

E, ainda, no teatro Sérgio Cardoso, terá o espetáculo  musical de hip-hop Válvula, em 20 de novembro, às 17h. Gratuito, retirada de ingressos com 1h de antecedência. 12 anos.

Fábricas no Sérgio Cardoso: Gratuito, apresentações: Cidade-Fissura: 22/11 (quarta), 19h; - Yamagua: 23/11 (quinta), 19h; - ReFlorEstar | Gûyrá: 24/11 (sexta), 19h; - Entre Nós: 25/11 (sábado), 19h, Rua Rui Barbosa, 153 - Bela Vista - São Paulo/SP, Fábrica de Cultura e Teatro Sérgio Cardoso

Prédio da SP Escola de Teatro na Praça Roosevelt (Comunicação Adaap/Divulgação)

SP Escola de Teatro lança livro “Eternizar em Escrita Preta”

A SP Escola de Teatro lança no dia 22/11, às 19h, o livro “Eternizar em Escrita Preta”, com três dramaturgias inéditas.Os textos são dos jovens dramaturgos negros Apollo Faria, Dayani Pontes e Lu Varello, premiados em 2022 na terceira edição do Prêmio Solano Trindade, iniciativa da área de Extensão Cultural e Projetos Especiais da Escola, área coordenada por Miguel Arcanjo Prado e que conta com Rodrigo Barros, David Godoi e Solange Correia.

O evento acontece no hall da unidade Roosevelt da SP Escola de Teatro, localizada na Praça Roosevelt, 210, Consolação. No dia 22, além do lançamento do livro, a SP Escola de Teatro irá anunciar os três vencedores do Prêmio Solano Trindade 2023, cujo livro será publicado em novembro de 2024. 

Mais informações SP Escola de Teatro

O majestoso plano de Alice passará pela Oficina Cultural Maestro Juan Serrano (Bruna Vitoria Gonçalves/Divulgação)

Espetáculo Sem padrões: o majestoso plano de Alice

Na oficina Cultural Maestro Juan Serrano, no dia 23 de novembro, das 14h às 15h, a Frigideira Cia. de Teatro apresenta o espetáculo Sem padrões: o majestoso plano de Alice, protagonizado por atrizes negras e conta a história de um reino onde ser feliz era a regra, mas um dia a rainha toma uma decisão que ameaça a alegria do reino, inclusive de Alice. Entre fantasia e realidade, a peça propõe uma reflexão sobre  estereótipos e preconceitos. Essa peça é voltada para todas as idades, principalmente para o público infantil.

As pessoas interessadas em um novo ofício e geração de renda poderão se inscrever no curso de Cenografia artística em espuma expansiva, no qual vão aprender a criar peças tridimensionais para compor ambientes cenográficos e decoração de interiores. A artista plástica e decoradora Lu Chiavone ensina como utilizar a espuma expansiva para o desenvolvimento de diversos objetos com texturas e relevos diferentes. Os encontros ocorrem durante os dias 14 a 28 de novembro, das 14h30 às 17h. 

Sem padrões: o majestoso plano de Alice, frigideira cia. de teatro, 23/11,  das 14h às 15h, livre, vagas 40, grátis retirar ingresso no dia, com 30 min de antecedência, para conhecer a agenda completa desta e de outras unidades, acesse o site do programa Oficinas Culturais.

A historiadora Dolores Freixa e a chef de cozinha Solange Botura apresentam o lado gastronômico dos livros de Zélia Gattai (Divulgação/Divulgação)

Oficina Viagem Gastronômica

Na Biblioteca de São Paulo, em 18 de novembro, das 15h às 17h, terá a Oficina Viagem Gastronômica – Zélia Gattai. Participe dessa jornada saborosa pelo universo literário de Zélia Gattai. Venha conhecer e degustar os pratos que marcaram a vida e a obra desta escritora brasileira. Receitas realizadas na oficina: risoto funghi secco com “zafferano”, rabanadas e limonada, com  a historiadora Dolores Freixa e a chef Solange Botura.

Gratuita, Inscrições pelo link

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Bússola Cultural: semana destaca cursos gratuitos de atuação, cenografia e mais

PLAY: é do Brasil? Séries nacionais são, oficialmente, estrangeiras

“Cidade Maracanã”: conheça a complexa operação do estádio palco da final da Libertadores

Acompanhe tudo sobre:Bússola CulturalCultura

Mais de Bússola

Quem é a empresária que já cresce mais de 100% ao ano promovendo networking entre C-Levels?

Helbor é primeira incorporadora pura a conquistar selo Empreendedor AQUA

Como usar seu Imposto de Renda para ajudar o Rio Grande do Sul, crianças e idosos

Bia Félix: por que a geração Z está obcecada com o passado?

Mais na Exame