Um conteúdo Bússola

BB fecha acordos para financiar a redução nas emissões de CO₂

Objetivo é promover a redução da emissão e a remoção de gases de efeito estufa ao incentivar uma maior participação do setor privado
Agência Francesa de Desenvolvimento vai destinar € 100 milhões (Getty Images/Getty Images)
Agência Francesa de Desenvolvimento vai destinar € 100 milhões (Getty Images/Getty Images)
Por BússolaPublicado em 20/05/2022 15:30 | Última atualização em 20/05/2022 15:04Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O Banco do Brasil e a Agência de Desenvolvimento Francesa (AFD) anunciaram nesta sexta, 20, um acordo de empréstimo de € 100 milhões com objetivo de apoiar o envolvimento do BB com as NDCs brasileiras, sigla em inglês para Contribuição Nacionalmente Determinada. A participação na NDC envolve compromissos voluntários assumidos por cada país signatário do Acordo de Paris para colaborar com a meta global de redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE).

Na prática, as contribuições do BB para o atingimento das NDCs se darão com a expansão da oferta de linhas de financiamento a projetos no setor de energia renovável, tecnologias já consagradas na redução de emissões de GEE.

O acordo também contempla a Cooperação Técnica e Financeira de € 300 mil para auxiliar o banco em atividades relacionadas aos riscos climáticos, além do desenvolvimento de ferramentas para avaliação das emissões de carbono.

O BB também firmou um memorando de entendimentos com o Banco Mundial para discussões acerca de um empréstimo de US$ 500 milhões e prazo de pagamento de até 20 anos, com o objetivo de promover a redução da emissão e a remoção de gases de efeito estufa (GEE) ao incentivar uma participação maior do setor privado nos mercados de crédito de carbono.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Mercado regulado no Brasil tem metano, vegetação nativa e carbono azul

A advocacia criminal e as práticas ESG

Entenda como o desperdício de alimentos pode afetar o meio ambiente