Bússola
Acompanhe:
Um conteúdo Bússola

4 principais tendências para o mercado contábil em 2023

Como a revolução tecnológica, o mercado contábil deve sofrer transformações que impactam diretamente no atendimento aos clientes

Setor da contabilidade deve evoluir em direção ao uso da tecnologia (Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)

Setor da contabilidade deve evoluir em direção ao uso da tecnologia (Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)

G
Gabriel Capano*

24 de janeiro de 2023, 10h24

Nos últimos anos, o mundo vem passando por uma intensa transformação rumo à era digital, e é possível notar os efeitos deste processo nas mais diferentes áreas de nossas vidas. Hoje, em vez de pedirmos o cardápio em um restaurante, pegamos nosso celular e usamos o aparelho para ler um QR Code, que irá mostrar todas as opções oferecidas pela casa. No lugar de gastarmos horas aguardando na linha até sermos atendidos por uma empresa, podemos tirar nossas dúvidas em segundos por meio de um chat com um robô.

Com a contabilidade não é diferente. Assim como acontece em outros segmentos, esse setor também evolui em direção a um maior uso da tecnologia, o que se reflete em facilidades e maior produtividade para os profissionais que atuam na área. Por isso, é essencial estar atento às novidades e aos recursos que devem ditar as principais tendências para 2023.

A primeira delas é, sem dúvidas, a automatização. Ter de lidar diariamente com um grande volume de tarefas repetitivas, além de tomar muito tempo do profissional, aumenta a possibilidade de erros que podem se refletir em multas, e isso prejudica todo o trabalho executado para o cliente. Por isso, será cada vez mais urgente recorrer a robôs tanto para realizar a captura dos dados em meio aos inúmeros bancos de informação disponíveis, quanto para processá-los de forma rápida e adequada.

Outra tendência que deve seguir forte para o próximo ano é o uso da nuvem. Se a digitalização dos documentos já representou um avanço enorme por reduzir o volume de papéis dentro dos escritórios, o uso da computação em nuvem representa o passo seguinte nessa evolução.

Afinal, graças a essa tecnologia passamos a economizar espaço em servidores e ganhamos a possibilidade de trabalhar de forma colaborativa, compartilhando documentos, dividindo tarefas entre os membros da equipe e realizando backups automáticos dos arquivos, o que se reflete em segurança, economia e produtividade.

O terceiro elemento que deve seguir como uma necessidade forte para quem busca acompanhar a evolução do mercado é a adoção de uma plataforma contábil completa, que integre todas as diferentes funcionalidades demandadas pelo escritório em uma única interface. Na prática, ter um recurso desses em mãos facilita a gestão, pois dá aos sócios uma visão geral do negócio e permite delegar e acompanhar os trabalhos em tempo real para saber o que cada um dos funcionários está executando.

Por fim, ao fazer uso conjunto de ferramentas de automação, nuvem e recorrer a uma plataforma contábil, o profissional economiza um tempo precioso para investir em nossa quarta tendência para o próximo ano: a contabilidade consultiva.

Com o apoio de recursos de Business Intelligence (BI), que ajudam as empresas a organizar e visualizar seus dados, o contador pode sentar com o cliente, entender suas necessidades, realizar uma análise da saúde financeira do negócio e ajudá-lo na tomada de decisões.

Em um mercado altamente competitivo, no qual os escritórios brigam para oferecer serviços similares ao menor custo possível, investir em um atendimento qualificado e diferenciado será a maneira mais eficaz de se destacar frente aos pares.

*Gabriel Capano é CEO da HubCount

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Tecnologia mais acessível coloca deepfake ao alcance de um clique

Bússola & Cia: Sebrae e eduK fecham parceria para geração de renda

Quem Disse, Berenice? amplia linha de cosméticos com sabor de 7Belo