Votação do relatório da MP 627 deve ser adiada

Desde a semana passada, o governo tenta negociar com Eduardo Cunha um texto que possa ir a votação sem exigir que a presidente Dilma Rousseff tenha que vetar

Brasília - O relatório da Medida Provisória 627, que trata sobre a tributação do lucro de empresas brasileiras no exterior, dificilmente será votado amanhã na Comissão Mista do Congresso que analisa o assunto.

Havia um acordo do relator, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com os parlamentares de divulgar o relatório 48 horas antes da votação.

No entanto, até a tarde desta segunda-feira, Cunha divulgou apenas a primeira parte do relatório que trata do fim do Regime Tributário de Transição (RTT) e altera o sistema contábil de apuração do resultado das empresas.

A expectativa é de que o relator apresente amanhã a outra parte do relatório sobre a apuração do lucro no exterior, durante a reunião da Comissão marcada para 14h30. A votação, no entanto, deve ficar para depois.

Desde a semana passada, o governo tenta negociar com Cunha um texto que possa ir a votação sem exigir que a presidente Dilma Rousseff tenha que vetar.

O relator sinalizou várias mudanças no texto original da MP, que são mais favoráveis às empresas. O governo mobilizou os empresários e a base aliada para tentar aprovar um texto de maior consenso.

O secretário executivo adjunto do Ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira, recebe na tarde desta segunda assessores parlamentares da base aliada para negociar o texto. Às 18h, haverá uma reunião de Cunha com o ministério da Fazenda.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.