Vídeo mostra momento que manifestantes invadem sede do MEC

Após o protesto contra PEC do teto em frente ao Congresso ser dispersada pela polícia, grupo invadiu o prédio do Ministério da Educação
(Foto: Divulgação/MEC) Entrada do prédio do Ministério da Educação foi depredada por manifestantes.
(Foto: Divulgação/MEC) Entrada do prédio do Ministério da Educação foi depredada por manifestantes.
L
Luísa Granato

Publicado em 29/11/2016 às 20:44.

Última atualização em 29/11/2016 às 22:42.

São Paulo - Após serem dispersados pela Polícia Militar, um grupo de pessoas que participava de protesto contrário à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55 e à reforma do Ensino Médio, em frente ao Congresso Nacional, seguiu para a Esplanada dos Ministérios, onde invadiu e depredou a entrada do prédio do Ministério da Educação (MEC).

É possível ver no vídeo abaixo, do circuito interno do ministério, o momento em que dezenas de pessoas quebram os vidros da porta principal e entram no edifício. Na galeria de fotos, também é possível ver a depredação de caixas eletrônicos e das portas, feita por cerca de 50 a 100 pessoas, de acordo com informações da assessoria do MEC.

Em nota, o ministro José Mendonça Bezerra Filho, que ainda se encontrava no gabinete no momento da invasão, condenou o ocorrido e acusou "mascarados" de destruir móveis, computadores, cadeiras, vidraças, divisórias e depredando outros bens públicos.

"Os servidores do MEC viveram clima de terror. Isso é inaceitável. Como democrata que sou, entendo o direito de protesto, mas de forma civilizada, respeitando o direito de ir e ir. O que vimos hoje foram atos de violência e vandalismo contra os servidores públicos e contra o patrimônio", afirmou.

Hoje, o Senado começou a votar, em primeiro turno, a proposta que estabelece um limite para os gastos públicos nos próximos 20 anos. Movimentos sociais defendem o arquivamento da PEC.

Do ato em Brasília, participaram entidades estudantis e educacionais, como a União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG).

A PM já evacuou o prédio e prendeu algumas manifestantes. Segundo a polícia. alguns deles chegaram até a usar um coquetel molotov.

[googleapps domain="drive" dir="file/d/0B0aIAu1G9sTFZUtDOFR5b3dENXc/preview" query="" width="640" height="480" /]