Brasil

Vacinas da dengue perto da validade poderão ser aplicadas em adultos no SUS; entenda

Em nota, o Ministério da Saúde informou que vacinar pessoas entre 4 e 59 anos é uma estratégia temporária e acontece apenas em postos que tiverem doses a vencer

Publicado em 18 de abril de 2024 às 11h43.

Última atualização em 18 de abril de 2024 às 11h49.

Vacinas com validade até 30 de abril vão poder der aplicadas em pessoas entre 4 a 59 anos no Sistema Único de Saúde (SUS). A decisão foi da Câmara Técnica de Imunizações do Ministério da Saúde, que reforçou que, mesmo assim, seja priorizada, antes, a faixa etária de 6 a 16 anos.

O imunizante já estava liberado para o público de 4 a 14 anos, mas a baixa adesão fez com que doses estocadas nos municípios ficassem próximas da validade.

Vacina da dengue: procura na rede privada sobe 110% em janeiro e já falta imunizante

A pasta não disse quantos são os imunizantes restantes que fazem parte deste lote à vencer. As doses já foram distribuídas e as aplicações não são informadas imediatamente ao Ministério da Saúde, então os dados podem demorar dias ou semanas para chegar ao sistema federal.

O que se sabe, no entanto, é que 668 mil doses fazem parte deste lote que vence no próximo dia 30 e que foram doadas ao governo pela farmacêutica Takeda. Outras 5,2 milhões de doses foram compradas para 2025. "De maneira excepcional, a ampliação da vacinação será permitida nas unidades de saúde durante a jornada de trabalho, preferencialmente para a população entre seis e 16 anos de idade. Esta estratégia poderá ser ampliada até o limite etário especificado na bula da vacina Qdenga", decidiu o Ministério, que garantiu a segunda dose para as pessoas que forem vacinadas dentro dessa recomendação. 

Leia a decisão na íntegra:

Mantém-se a recomendação de vacinação contra a dengue na faixa etária de 10 a 14 anos de idade. No entanto, se o município tiver doses de vacina dengue (atenuada) com vencimento em 30
de abril de 2024, em quantitativo que represente risco de perda física, essas doses poderão ser aplicadas em pessoas da faixa etária de 6 a 16 anos de idade.

Em caso de necessidade, esta estratégia poderá ser ampliada até o limite etário especificado na bula da vacina dengue (atenuada), que compreende dos 4 aos 59 anos 11 meses e 29 dias de idade, conforme a disponibilidade de doses no município com vencimento em 30 de abril de 2024.

Será garantida a segunda dose para as pessoas que forem vacinadas dentro dessa recomendação.

Reforçamos que essa é uma estratégia temporária, aplicada apenas para as vacinas que possuem prazo de validade até 30 de abril de 2024.

Acompanhe tudo sobre:VacinasDengue

Mais de Brasil

STF nega recurso de empregados de Furnas contra decisão que liberou AGE da Eletrobras

Lula adia para quarta-feira anúncios sobre Rio Grande do Sul

Frente fria vai provocar geadas no RS e suavizar calor no Sudeste e Centro-Oeste; veja previsão

Fake news prejudicam tomada de decisão por afetados em catástrofe

Mais na Exame