Uma guinada no ensino médio

Se há um problema estrutural brasileiro que compromete a competitividade do país e impede que milhares de cidadão realizem seus sonhos, este problema é a educação. A grande questão é como resolvê-lo. O governo de Michel Temer deve anunciar, hoje, o que acredita ser parte importante da mudança que tanto precisamos.

O governo vai divulgar uma ampla reforma no ensino médio por meio de Medida Provisória, que não precisa de aprovação do Congresso, e que valerá já para 2017. Os alunos terão mais horas de aulas e menos disciplinas, e poderão montar até metade do curso dentro de suas ambições profissionais. A carga horária vai passar de 800 para 1.400 horas por ano, o que vai exigir turno integral dos alunos. A mudança deve ser gradual e começar pelas redes estaduais.

A medida é mais do que polêmica. Para começar, mexe nos pilares do ensino no Brasil de forma autocrática, sem o devido debate com a sociedade e sem os trâmites no Congresso. Ontem, em visita à Câmara, o ministro da Educação, Mendonça Filho, falou em “senso de urgência” em virtude do péssimo desempenho recente dos alunos de ensino médio nas avaliações recentes. Afirmou ainda que a questão vem sendo debatida há dois anos.

Outra polêmica, com educadores, está numa abordagem mais técnica do ensino médio, voltada para o mercado de trabalho e para as necessidades mais urgentes do país. A discussão é ampla. Seja como for, modelo nenhum deve decolar enquanto questões muito mais básicas, como salas de aula bem aparelhadas e professores bem pagos e bem formados, não forem resolvidos. Isso, sim, deveria estar no topo da lista de prioridades.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.