The Economist: Bolsonaro ameaça a democracia brasileira?

Revista britânica cita grande presença militar no governo e crescentes conflitos entre o presidente, o Congresso e o Judiciário

A revista britânica The Economist, mais tradicional publicação semanal de economia do planeta, e que historicamente publica texto contundentes sobre a política interna de países mundo afora, publicou um editorial nesta quinta-feira sobre o governo de Jair Bolsonaro. O título é "Jair Bolsonaro ameaça a democracia brasileira? ".

A Economist afirma que em muitos fins de semana desde o início da pandemia do coroanvírus apoiadores de Bolsonaro se reúnem para pedir a reabertura da economia, o fechamento do Congresso e um retorno do regime militar que vigorou de 1964 a 1985. A revista também conta que o presidente regularmente cumprimenta manifestantes e não usa máscara, em desafio a regulações de saúde.

Segundo a Economist, em 28 anos no Congresso Bolsonaro nunca mostrou muito respeito pela democracia. Desde que chegou ao poder, afirma a publicação, ele encheu o governo de militares, mas eles têm dito uma influência moderada, embora muitos brasileiros sejam categóricos sobre a ameaça de um golpe. As tensões cresceram nas últimas semanas, diz a Economist, com as intimidações de Bolsonaro ao Congresso. A revista cita ainda a mensagem do ministro do Supremo, Celso de Mello, que compara este momento ao da Alemanha de Hitler.

Bolsonaro está mais conflituoso, diz a revista, pelas investigações em curso no Supremo Tribunal Federal e por sua "pouca habilidade" para governar, escancarada com a pandemia.

"É um sinal de fraqueza que ele está se valendo cada vez mais das forças armadas. Dez dos 22 ministros são agora militares e 3.000 outros estão em cargos do governo", afirma o texto. A revista diz ainda que Bolsonaro acentuou divisões internas entre os militares, o que tem corroído a disciplina e colocado em risco a reputação.

"Bolsonaro não parece ter força suficiente para levar um golpe adiante", afirma a Economist, citando o baixo apoio de governadores. A publicação conclui que "democratas brasileiros, costumeiros adversários, estão começando a se unir em oposição ao presidente". "Eles estão certo de estar alarmados".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.