Sistema Cantareira fica estável em 6,6%

A chuva na região dos mananciais tem sido abaixo da média histórica

São Paulo - O volume do Cantareira, o maior dos sistema administrados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), ficou estável de ontem, 10, para hoje, 11, em 6,6%, de acordo com dados da empresa. O Sistema Alto Tietê, por outro lado, caiu a 11,4%, ante 11,6% registrado ontem, apesar da chuva na região.

O Sistema Guarapiranga, que teve a pluviometria zerada, caiu de 39,7% para 39,5%. O Sistema Alto Cotia também registrou nova queda, agora de 0,3 ponto porcentual, para 30,3%. O reservatório Rio Grande caiu para 70,6% (ante 70,9% ontem) e o Rio Claro passou de 28,3% para 27,9%.

A chuva na região dos mananciais tem sido abaixo da média histórica. No Sistema Cantareira, por exemplo, a pluviometria acumulada no mês é de 47,4 mm, enquanto a média histórica do mês é de 271,1 mm.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.