A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Senadores discutem entrada em sessão para votar reforma

Presidência da comissão restringiu a entrada a apenas um assessor parlamentar por senador, o que gerou revolta dos senadores do PT

Brasília - A sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado para votar parecer sobre a reforma trabalhista começou, nesta quarta-feira, 28, com discussões acaloradas entre senadores da base e da oposição. O motivo, porém, não foi o teor da matéria, mas as restrições de entrada na sala onde ocorre a reunião.

A presidência da comissão restringiu a entrada a apenas um assessor parlamentar por senador, o que gerou revolta dos senadores do PT.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), cobrou que fosse autorizada a entrada de representantes de centrais sindicais e acusou a presença de "lobistas e representantes de instituições bancárias".

O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), relator do projeto no Senado, cobrou então que a petista apontasse quem eram os lobistas. "Onde estão os lobistas? Não há nenhum aqui."

A discussão, porém só acabou após intervenção do presidente da comissão, senador Edison Lobão (PMDB-MA). "O que diz respeito a presença de pessoas aqui, nesta sessão, há certas coisas que extrapolam a fronteira do razoável", disse o presidente da comissão ao justificar a restrição. "Não há aqui representantes de banqueiros, empresários ou lobistas."

No mesmo momento, o deputado federal Paulo Pereira da Silva (SD-SP), o Paulinho, presidente da Força Sindical, entrou na sala para acompanhar a sessão.

Após a discussão, o quórum de senadores na comissão, porém, caiu assim que o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) iniciou a leitura de seu voto.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também