Brasil
Acompanhe:

Senado em Goiás 2022: Wilder Morais é eleito com 25% dos votos válidos

O pleito no estado de Goiás em 2022 teve dez nomes disputando o cargo de senador da República

Wilder Morais: candidato do PL venceu a disputa pelo Senado em Goiás (Geraldo Magela/Agência Senado)

Wilder Morais: candidato do PL venceu a disputa pelo Senado em Goiás (Geraldo Magela/Agência Senado)

D
Da Redação

2 de outubro de 2022, 21h01

O candidato Wilder Morais (PL) foi eleito senador da República pelo estado de Goiás nas eleições 2022. De acordo com dados de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com 98,46% das urnas apuradas, Wilder obteve 25,33% dos votos válidos (789.220 votos). Em segundo lugar ficou Marconi Perillo (PSDB), que recebeu 19,78% (616.501 votos).

Veja a apuração voto a voto de Goiás na página do Tribunal Superior Eleitoral – TSE

VEJA O RESULTADO DA VOTAÇÃO PARA GOVERNO DE GOIÁS

O pleito no estado de Goiás em 2022 teve dez nomes disputando o cargo de senador da República:

    • Alexandre Baldy (PP)
    • Antônio Paixão (PCO)
    • Delegado Waldir (União Brasil)
    • Denise Carvalho (PCdoB)
    • João Campos (Republicanos)
    • Leonardo Rizzo (Novo)
    • Manu Jacob (PSOL)
    • Marconi Perillo (PSDB)
    • Vilmar Rocha (PSD)
    • Wilder Morais (PL)

    Quantos senadores cada estado tem?

    Conhecida como "a casa dos estados", cada unidade federativa tem três representantes, de forma igualitária, no Senado. O mandato de senador da República é de oito anos. Por conta disso, há eleições em que cada estado elege dois senadores, e em outras apenas um. Em 2022, havia uma vaga em disputa.

    Não foi votar? Como justificar ausência do voto

    Quem não pode justificar a ausência no dia do primeiro turno da eleição, tem o prazo de até 60 dias após cada turno para regularizar a situação eleitoral sem o pagamento da multa. Os canais para realizar o procedimento online são o e-Título e o Sistema Justifica. Nesse caso, além de preencher o requerimento, é necessário anexar documentos que comprovem o motivo alegado, pois a justificativa não é automática e poderá ser ou não concedida pelo juiz eleitoral.

    Quem é obrigado a votar e justificar a ausência

    O voto é obrigatório para eleitoras e eleitores alfabetizadas, com idades entre 18 e 70 anos. O voto é facultativo para maiores de 16 anos e menores de 18 anos; maiores de 70 anos; e, analfabetos.

    Quando é o segundo turno?

    Nas eleições de 2022, apenas para os cargos de presidente e governador há o segundo turno. Ele ocorre quando nenhum dos candidatos atinge 50% mais um dos votos válidos. Neste ano, a segunda etapa de votação é no dia 30 de outubro. Diferentemente de outros anos, para esta eleição, o fuso horário para a votação é um só em todo o país, o de Brasília, das 8h às 17h.

    Quem não votou no primeiro turno, pode votar no segundo?

    O eleitor que não votou no primeiro turno das eleições de 2022 pode e deve votar no segundo turno. Segundo o TSE, cada turno é tratado como uma eleição independente pela Justiça Eleitoral. Isso significa que uma pessoa que não votou no primeiro turno não é proibida de ir às urnas no segundo, desde que seu título eleitoral esteja regular.

    LEIA TAMBÉM