A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Senado aprova MP que facilita acesso a crédito bancário na pandemia

Entre os documentos que não serão cobrados estão a comprovação de quitação de tributos federais e a certidão negativa de inscrição na dívida ativa da União

O Senado aprovou nesta terça-feira a Medida Provisória 1028, que facilita o acesso a crédito bancário durante a pandemia, que segue à sanção presidencial.

A MP dispensa instituições financeiras privadas e públicas, inclusive as suas subsidiárias da exigência de documentos que atestem regularidade fiscal para a concessão de crédito ou a renegociação de empréstimos.

As regras terão validade, pelo texto da medida, até 31 de dezembro de 2021.

O texto também prevê que até 31 de dezembro de 2021, nas operações de crédito que envolvam recursos públicos, deverá ser dado tratamento diferenciado às microempresas e às empresas de pequeno porte, assim como às cooperativas com faturamento anual de até 4,8 milhões de reais e aos setores mais atingidos pela pandemia da Covid-19, de acordo com regras a serem editadas pelo Poder Executivo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também