São Paulo vai vacinar população maior de 18 anos até 15 de setembro

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse, neste domingo, 13, que toda a população adulta do estado será vacinada contra a covid-19 até o dia 15 de setembro

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse, neste domingo, 13, que toda a população adulta do estado será vacinada contra a covid-19 até o dia 15 de setembro. No início do mês, o governador havia anunciado que a população adulta do estado seria vacinada até o dia 31 de outubro.

Novo calendário de vacinação para São Paulo.

Novo calendário de vacinação para São Paulo. (Governo do Estado de São Paulo/Reprodução)

Novo calendário de vacinação para São Paulo.

Novo calendário de vacinação para São Paulo. (Governo do Estado de São Paulo/Reprodução)

Atualmente, 12,86% da população de São Paulo já tomou as duas doses da vacina. Regiane de Paula, Coordenadora Geral do Programa de Imunização Nacional, comentou sobre a baixa adesão da segunda dose da vacina. "400 mil pessoas não voltaram a tomar a segunda dose da vacina. Pedimos que estas pessoas o faça, independente do tempo", disse.

Regiane de Paula, Coordenadora Geral do Programa de Imunização Nacional, comentou sobre as vacinas já adquiridas pelo governo. "Hoje temos a vacina do Butantã, da Fiocruz e aguardamos a chegada da vacina da Janssen, que deveria chegar entre ontem e hoje, mas que deve chegar nas próximas 24 horas. Teremos, assim, quatro vacinas a partir de amanhã", de Paula ressaltou ainda sobre a importância das vacinas. "Como o Governador disse, todas as vacinas são boas, excelentes e precisas, não há porque escolher. A população deve tomar a vacina que estiver disponível".

Questionados sobre o calendário de volta às aulas, o médico infectologista Jean Gorinchteyn comentou sobre o número de vacinados e a limitação na ocupação das escolas. "Nós temos evoluído no programa de vacinação que irá, sim, imunizar e proteger um grande contingente da nossa população. A nossa população estimada e elegível pra vacinação são aproximadamente 35 milhões de pessoas, vacinaremos vinte e três milhões dessas pessoas até o final do mês de junho, que é um total de 60% dessa população. Isso é algo extremamente importante, mas de toda forma, enquanto ainda não progredirmos, as escolas, especialmente, a educação infantil seguirá todos os critérios de segurança com a limitação de número, de ocupação, com os ritos e proteções que são dadas, garantindo um cenário de absoluta segurança".

A imprensa questinou, ainda, qual será o impacto do adiantamento da vacinação ao estado. "São Paulo conta com 34% da economia de todo o país, a vacinação nos ajudará a avançar, e o país a crescer. A vacina contribui para a esperança e a ativação econômica de todos os setores do estado e do Brasil. A vacinação não nos liberará do uso de máscaras, e precaução como higienização das mãos", disse Doria.

Confira a coletiva:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também