Rodrigo Garcia declara apoio a Bolsonaro e Tarcísio no segundo turno

Candidato à reeleição, Rodrigo Garcia ficou em terceiro lugar na disputa ao Palácio dos Bandeirantes, com 18,40% dos votos válidos
Rodrigo Garcia: atual governador de São Paulo. (Governo/Flickr)
Rodrigo Garcia: atual governador de São Paulo. (Governo/Flickr)
D
Da Redação

Publicado em 04/10/2022 às 15:49.

Última atualização em 04/10/2022 às 16:02.

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), declarou apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) em nível nacional, e a Tarcísio de Freitas (Republicanos) ao governo de São Paulo. "Meu apoio incondicional ao presidente e ao Tarcísio", disse Garcia em uma coletiva de imprensa no Palácio do Planalto ao lado dos dois candidatos, nesta terça-feira, 4.

Questionado se ele tinha avisado ao ex-governador João Doria (PSDB) sobre sua decisão, Garcia disse que comunicou apenas aos presidentes nacional e estadual do partido. O atual governador paulista foi vice de Doria até assumir o comando do estado, em abril deste ano, para concorrer à reeleição. O ex-governador disse, também nesta terça-feira, que vai ficar neutro e que "votará nulo" para presidente.

Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Fernando Haddad (PT) vão disputar o segundo turno das eleições 2022 para o governo de São Paulo, de acordo com dados de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com 100% das urnas apuradas, Freitas obteve 42,32% dos votos válidos e Haddad teve 35,70%. O atual governador, Rodrigo Garcia (PSDB), teve 18,40% dos votos.

O apoio de Garcia engorda a lista de governadores que declararam apoio ao presidente Bolsonaro. Mais cedo, o governador reeleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), declarou que apoia o presidente. "Não que eu concorde totalmente com as pautas do governo federal, mas estarei — muito provavelmente devemos estar acertando isso em mais um ou dois dias — ao lado do presidente Bolsonaro", disse, afirmando que seu objetivo é evitar que "o desastre do passado se repita".

Também nesta terça-feira, o governador reeleito do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), oficializou o apoio a Bolsonaro. A declaração era praticamente protocolar, uma vez que os dois são do mesmo partido. "Eu, como sou do partido do presidente, sou apoiador do presidente, não tinha como não vir aqui e tentar, me esforçar muito para o Rio ser a capital da vitória da eleição do presidente Bolsonaro", disse.

Leia também: