Brasil

Rodovia de acesso a aeroporto de Guarulhos e trechos da Dutra no RJ são liberados

Paralisação de caminhoneiros: trechos que interrompiam acesso ao aeroporto de Guarulhos foram liberados nesta terça-feira

Caminhão em Volta Redonda (RJ): trechos da Dutra bloqueados estão sendo liberados nesta terça-feira (Wagner Meier/Getty Images)

Caminhão em Volta Redonda (RJ): trechos da Dutra bloqueados estão sendo liberados nesta terça-feira (Wagner Meier/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 1 de novembro de 2022 às 09h46.

Última atualização em 1 de novembro de 2022 às 10h25.

Após horas de bloqueios, os trechos paralisados da rodovia que dá acesso ao aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, foram liberados na manhã desta terça-feira, 1º de novembro.

Trechos da via Dutra que estavam bloqueados desde segunda-feira, 31, também amanheceram liberados, embora ainda haja paralisações em outras partes da rodovia.

ACOMPANHE AO VIVO: Paralisação dos caminhoneiros continua pelo Brasil

Aeroporto de Guarulhos

A rodovia Hélio Smidt, em trecho que dá acesso ao aeroporto, estava bloqueada por caminhoneiros desde a noite de ontem. A ação foi liderada pela Guarda Civil de Guarulhos, ligada à Prefeitura, embora houvesse também presença da PRF no local.

Uma série de bloqueios passou a ser relatada nas redes sociais em vários pontos do Brasil a partir das primeiras horas de segunda-feira. Em vídeos que circulam nas redes sociais, manifestantes contestam a vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Lula venceu o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), com 50,9% dos votos e voltará ao cargo em janeiro para um terceiro mandato.

Bloqueios na Via Dutra e Regis

Na Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, há bloqueios registrados logo após o resultado da eleição, ainda na noite de domingo, 30 de outubro. O trecho em Barra Mansa (RJ), que estava bloqueado desde a madrugada da eleição, foi liberado e amanheceu com as duas pistas abertas nesta terça-feira.

Na parte de São Paulo, também há outros bloqueios que ainda estavam em curso pouco antes das 9h30, segundo o braço paulista da Polícia Rodoviária Federal.

Há interdição parcial na Dutra (BR 116), há interdições totais nos trechos perto de Caçapava (km 130), São José dos Campos (km 149) e Taubaté (km 110 e 112). No trecho em Pindamonhangaba, a concentração ocorre às margens da rodovia.

Mais próximo à capital paulista, há interdição parcial na Rodovia Régis Bittencourt, no km 280, perto de Embu das Artes.

https://twitter.com/prf_sp/status/1587418860139024389

Ação da PRF

A PRF afirma que está atuando para liberar as rodovias, mas tem havido críticas à ação da Polícia Rodoviária Federal nos casos dos bloqueios, com vídeos de policiais ajudando na manifestação ou não cumprindo decisão de interromper bloqueios.

A PRF afirmou, por volta das 9h desta terça-feira, que foram desfeitas 246 manifestações pela instituição.

"Desde ontem, quando surgiram as primeiras interdições, a PRF adotou todas as providências para o retorno da normalidade do fluxo, direcionando equipes para os locais e iniciando o processo de negociação para liberação das rodovias", disse a PRF em nota na segunda-feira.

A instituição diz que está "priorizando o diálogo, para garantir, além do trânsito livre e seguro, o direito de manifestação dos cidadãos, como aconteceu em outros protestos."

Acompanhe tudo sobre:CaminhoneirosEleições 2022

Mais de Brasil

Dunga, ex-técnico da Seleção Brasileira, e sua esposa sofrem acidente de carro no Paraná

PF apreende 12 milhões de maços de cigarros em São Paulo em maior operação na história

Auxílio Reconstrução no RS: governo prorroga prazo para prefeituras cadastrarem novas famílias

Eleições municipais: 101 deputados e 2 senadores são pré-candidatos a prefeito; veja lista

Mais na Exame