Rio entra em quarta fase de reabertura e permite esportes na praia

Enquanto o Rio intensifica a reabertura, o Brasil ultrapassou ontem a marca de 2 milhões de casos confirmados de covid-19

O acesso a pontos turísticos do Rio de Janeiro como o Museu do Amanhã, o Forte de Copacabana e o Teatro Municipal, além da prática de esportes coletivos na praia, serão permitidos a partir desta sexta. Os locais não poderão ter lotação acima de 30% e o distanciamento mínimo deverá ser de quatro metros. Apesar de estarem formalmente autorizados a reabrir nesta sexta, cartões postais como o Cristo Redentor e o Corcovado só devem voltar a funcionar na segunda quinzena de agosto.

O Rio entra na quarta fase da reabertura econômica em meio uma queda de 19% dos casos da Covid-19 no estado nos últimos sete dias em relação à média das duas semanas anteriores. Desde o início da pandemia foram 134 mil casos confirmados e 11.849 mortes. A queda no número de novos casos no Rio só perde para a de estados menos populosos como Amazonas (a média dos últimos 7 dias caiu 24% em relação às duas últimas semanas), Roraima (-75%), Amapá (-10%) e Rio Grande do Norte (-45%).

Enquanto o Rio intensifica a reabertura, o Brasil ultrapassou ontem a marca de 2 milhões de casos confirmados de covid-19, segundo levantamento do consórcio de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde. O balanço, atualizado às 20 horas, mostra que o país tem um total de 2.014.738 infectados e 76.822 mortes causadas pelo coronavírus.

O Brasil levou três meses para chegar a 500.000 casos. Menos de um mês depois, esse número foi para 1 milhão, e 27 dias após esse patamar, o país chegou a 2 milhões de infectados. Nas últimas 24 horas foram registrados 1.299 óbitos e 43.829 casos confirmados. O Brasil segue como segundo país mais afetado pela covid-19, atrás dos Estados Unidos, que voltaram a bater recorde de casos ontem, com 77 mil novas confirmações. O terceiro país mais afetado agora é a Índia, que ontem passou a barreira de 1 milhão de casos de coronavírus.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.