Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Restrições contra a covid chegam ao fim em São Paulo nesta segunda-feira

Todos os estabelecimentos do Estado vão poder funcionar sem limites de lotação ou horário de funcionamento; uso de máscara permanece obrigatório

O Estado de São Paulo encerra nesta segunda-feira, 1º, as últimas restrições de público e eventos impostas pela pandemia do coronavírus, depois de quase 600 dias.

A partir de agora, todos os estabelecimentos do Estado podem funcionar sem limites de lotação ou horário de funcionamento e festas com pista de dança, torcidas em estádios, shows com público em pé também estão autorizados.

O uso de máscara facial, entretanto, segue obrigatório, assim como a exigência do "passaporte vacinal" em eventos com mais de 500 pessoas.

Com as novas liberações, todas as medidas de restrição impostas pelo Plano São Paulo chegam ao fim. Os municípios têm autonomia para seguir a flexibilização do Estado ou não. Na capital paulista, eventos com mais de 500 pessoas têm funcionado desde 1º de setembro, com a exigência do "passaporte vacinal".

São Paulo é hoje o Estado mais avançado na imunização. De acordo com os dados reunidos pelo consórcio de imprensa, com base no levantamento oficial da secretaria estadual de Saúde, 86,9% das pessoas acima de 18 anos já estão com a vacinação completa (duas doses ou dose única). O índice é 67,61% para a população geral.

O avanço da vacinação também tem diminuído o número de mortes, casos e internações. Neste domingo, 31, a taxa de ocupação nos leitos de UTI do Estado é de 26,6% e de 36,4% para a Grande São Paulo.

Membros do Centro de Contingência da Covid-19 têm estudado a flexibilização do uso de máscaras no Estado. Apesar de ainda não haver uma data definida, a expectativa é que a medida seja implementada de forma gradual, a começar pela liberação em locais abertos, como parques.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também