Recuperação de rodovias federais mineiras custará R$ 100 milhões

Estimativa foi feita hoje (6), em Belo Horizonte, pelo ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos

Belo Horizonte – A recuperação dos estragos nas estradas federais que cortam o estado de Minas Gerais, incluindo a desobstrução de vários trechos interditados por deslizamentos de terra, custarão ao menos R$ 100 milhões aos cofres públicos. A estimativa foi feita hoje (6), em Belo Horizonte, pelo ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, após reunião com o governador Antonio Anastasia e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra.

"Não gastaremos menos de R$ 100 milhões para recuperar as rodovias federais mineiras", afirmou o ministro, ressaltando que o cálculo é uma estimativa inicial, já que será necessário esperar que as chuvas parem e o nível dos rios baixe. Só então será possível avaliar a real dimensão dos danos e iniciar as obras, disse Passos.

"Enquanto as chuvas perdurarem, vamos ter que aguardar, mas tão logo seja possível tomar as providências necessárias em qualquer trecho rodoviário, a resposta para que as estradas sejam devolvidas à normalidade será imediata", afirmou o ministro. Segundo ele, não faltará dinheiro. "O governo federal está pronto a responder a todas as necessidades, não só em relação às rodovias federais, mas também em relação às do estado".

De acordo com o ministro, ao menos 17 rodovias federais estão com problemas, mas equipes já estão monitorando os locais e, quando possível, realizando os primeiros reparos junto com funcionários de empreiteiras.

"Sempre que possível, estamos procurando atender as necessidades dentro dos contratos já celebrados [com empreiteiras], o que torna mais rápido e fácil desencadearmos as providências [necessárias]", completou o ministro, que, do Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, seguiu para inspecionar trechos das BRs 040 e 356, entre Belo Horizonte e Ouro Preto.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.