Live icon 

Acompanhe ao vivo:  

Apuração das eleições 2022 em tempo real! Veja agora.

Quase 50% das antenas de 5G necessárias para cobrir toda a cidade de SP já foram instaladas

A meta de 100% é prevista para ser cumprida somente em 2025, mas as empresas que ganharam o leilão do sistema decidiram se antecipar
Antena: meta da cidade de SP é ter quase 4.000 antenas em 2025. (José Paulo Lacerda/Agência Brasil)
Antena: meta da cidade de SP é ter quase 4.000 antenas em 2025. (José Paulo Lacerda/Agência Brasil)
G
Gilson Garrett JrPublicado em 11/08/2022 às 11:47.

O sinal de 5G na cidade de São Paulo já está liberado desde o dia 4 de agosto. Segundo o Ministério das Comunicações, praticamente metade das quase 4.000 antenas necessárias para cobrir toda a cidade já estão instaladas. Essa meta é prevista para ser cumprida somente em 2025, mas as empresas que ganharam o leilão do sistema decidiram se antecipar.

"As empresas Claro, Vivo, TIM e empresas regionais, tinha a obrigação de instalar neste momento 372 antenas, mas já colocaram 1.522 na cidade de São Paulo. Isso é quase 50% da meta de 3.720 antenas que as operadoras precisam instalar para cobrir toda a cidade até 2025", disse o ministro das Comunicações, Fábio Faria, durante o Seminário 5G.BR, organizado pela pasta, e realizado nesta quinta-feira, 11.

LEIA TAMBÉM: Até 2024, todos os ônibus de SP terão internet 5G livre, diz prefeito

Para que isso fosse possível, houve a necessidade de mudar a legislação municipal sobre a instalação de antenas. A nova regra, aprovada em janeiro deste ano, facilita a instalação de antenas, em especial em regiões mais periféricas da capital paulista. Possibilita também que uma antena seja colocada em qualquer rua, inclusive em um imóvel tombado.

Segundo o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), a cidade de São Paulo tem 96 distritos e já há sinal até em áreas mais periféricas. O que ainda falta é uma cobertura de 100%.

Reflexos do 5G

A prefeitura de São Paulo já elabora planos para ampliar ainda mais a cobertura do sinal. De acordo com o prefeito, Ricardo Nunes (MDB), a meta é chegar a 2024 com todos os 13.000 ônibus da capital paulista com internet 5G livre aos usuários do sistema de transporte público.

Nunes ainda destacou que, atualmente, metade da frota de ônibus da cidade disponibiliza acesso livre à internet, com tecnologia 3G e 4G. Mas a realidade é que ao tentar conectar um dispositivo muitas vezes o sinal é fraco e a velocidade muito abaixo do que o usuário já tem contratado junto a sua própria operadora.

LEIA TAMBÉM