Projeto mostra em escolas o risco do abuso de remédios

Para participar do projeto criado pela Anvisa, basta que a escola se cadastre na vigilância sanitária local

Brasília - Escolas públicas de 70 cidades vão participar este ano do projeto Educanvisa, promovido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O projeto vai preparar professores e agentes das vigilâncias sanitárias locais para ensinar em sala de aula conceitos de saúde e vigilância sanitária.

As palestras vão enfocar os riscos do uso indiscriminado de medicamentos, a qualidade da alimentação e a influência da propaganda nos hábitos de consumo.

De acordo com a Gerência de Fiscalização e Monitoramento da Propaganda da Anvisa, o profissional de vigilância sanitária é capacitado para ajudar a escola. O Educanvisa também prevê visitas a farmácias, supermercados e outros estabelecimentos fiscalizados pela vigilância sanitária.

Todas as escolas podem participar. Basta aderir ao projeto na vigilância sanitária local. De 2006 a 2010, o Educanvisa atendeu mais de 66 mil alunos do ensino fundamental em 191 cidades.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também