Progressistas (PP) foi o partido que mais perdeu cadeiras na Câmara nas eleições de 2022

Além do PP, o PSB também perdeu bastante espaço na Câmara. PL terá a maior bancada a partir de 2023
 (Ueslei Marcelino/Reuters)
(Ueslei Marcelino/Reuters)
I
Isabela RovarotoPublicado em 04/10/2022 às 19:25.

O Progressistas (PP) é o partido que mais perdeu cadeiras na Câmara dos Deputados nas eleições de 2022. A bancada atual de 58 integrantes será reduzida para 47 parlamentares a partir de 2023.

Fique por dentro de tudo sobre as Eleições 2022 e os resultados das pesquisas eleitorais. Clique aqui e receba gratuitamente a newsletter EXAME Desperta.

O PP, no entanto, elegeu dez deputados federais a mais do que em 2018 (37). A bancada foi para 58 em abril deste ano, após a janela partidária, quando muitos parlamentares apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) migraram para legendas aliadas, como PP, PL e Republicanos.

Além do PP, o PSB também perdeu bastante espaço na Câmara. Atualmente, a bancada conta com 24 deputados e passará a ter 14 na próxima legislatura. É menos da metade do número eleito em 2018 (32).

O PSD perdeu quatro deputados federais em relação à bancada atual: foi de 46 para 42. Mas aumentou em relação ao pleito de 2018, quando elegeu 34.

A bancada do Novo perdeu cinco dos oito deputados que têm hoje, e contará com três a partir do ano que vem. O Republicanos, depois de ampliar a bancada de 30 para 44 deputados na janela partidária, elegeu 42 este ano.

O PDT também perdeu dois deputados em relação à bancada atual. A partir de 2023, o partido de Ciro Gomes terá 17 representantes na Câmara. Hoje, são 19, mas, em 2018, o partido elegeu 28. Perdeu 11 desde então.

Veja como será a composição da Câmara dos Deputados a partir de 2023:

PL conquista maior bancada

O PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, elegeu 99 deputados federais neste domingo, 2, e terá a maior bancada da Câmara dos Deputados. A segunda maior bancada a partir de 2023 será da federação entre o PT, PCdoB e PV, que conquistou 79 cadeiras. O União Brasil terá a terceira maior representação da Casa, com 59 deputados.

A Câmara é composta por 513 deputados federais, eleitos para mandatos de quatro anos. O número de vagas em cada estado e no Distrito Federal varia de acordo com a quantidade de eleitores. Cada unidade da federação elege de oito a 70 deputados federais. 

Veja como será a composição da Câmara dos Deputados a partir de 2023 e a comparação com as bancadas atuais e as eleitas em 2018:

Veja a composição da Câmara dos Deputados a partir de 2023, por estado:

 

O que faz um deputado federal?

Os deputados federais são responsáveis por propor, discutir e alterar leis, inclusive a Constituição Federal, e avaliar as medidas provisórias apresentadas pelo presidente da República. Os 513 representantes da população no Congresso também têm a função de fiscalizar a administração do governo federal.

O Orçamento da União, documento que o Executivo envia ao Congresso com as despesas e receitas do governo federal, depende de aprovação dos deputados. Além disso, eles podem criar comissões parlamentares de inquérito (CPIs) para investigar denúncias. Cabe aos deputados federais autorizar a instauração de processo de impeachment contra o presidente da República.