Presos se rebelam e fazem reféns em penitenciária do Paraná

Os detentos estão armados com pedaços de concreto e ferro, que fazem parte da estrutura do presídio

Brasília - Presos da Unidade II da Penitenciária Estadual de Londrina, no norte do Paraná, fazem uma rebelião com reféns desde o começo da manhã de hoje (6). Segundo o Departamento de Execução Penal (Depen), o motim começou por volta das 11h15.

Os detentos estão armados com pedaços de concreto e ferro, que fazem parte da estrutura do presídio. Eles ocupam os telhados e os muros da unidade. De acordo com o Depen, também é possível ver fumaça no local.

O Batalhão de Choque da Polícia Militar do Paraná está no local e mantém uma barreira. A rodovia próxima à unidade foi interditada e ninguém tem acesso ao local.

Segundo o Depen, policiais militares aguardam a chegada do juiz da Vara de Execuções Penais de Londrina e do diretor do Departamento de Execução Penal do estado para inciar as negociações.

A direção do Depen informou que os agentes penitenciários deixaram o prédio antes da rendição. Por isso, não é possível informar a quantidade de presos envolvidos na rebelião.

Atualmente, cerca de 1,1 mil homens estão presos na Unidade II, que tem capacidade para 928 detentos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.