37 mortos, 296 desaparecidos: evacuação por risco de nova barragem romper

Sirene de alerta foi acionada às 5h30; equipes do Corpo de Bombeiros estão levando as pessoas para locais mais altos da cidade mineira

A população de Brumadinho (MG) que mora perto da barragem B6 está sendo retirada de suas casas. O motivo é o risco iminente de rompimento da quarta barragem, o que levou engenheiros e técnicos a acionarem a sirene de alerta, às 5h30.

“Essas áreas para onde as pessoas estão sendo levadas são as previstas pelo plano de emergência. O Corpo de Bombeiros continua com suas aeronaves de prontidão, caso seja necessário deslocar equipes para regiões mais distantes ou até promover atividades de resgate e salvamento”, afirma o tenente-coronel Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros.

As pessoas serão realocadas para uma região que fica 120 metros acima do local de onde pode ocorrer a inundação. “São locais mais altos que ficam dentro da própria comunidade que não serão afetados”, acrescenta.

A barragem B6 contém apenas água e está sendo esvaziada desde às 5h da manhã de sábado. A expectativa era de que o procedimento durasse 37 horas e mitigasse o risco de rompimento. Essa é a quarta barragem a apresentar possibilidade de rompimento. Na sexta-feira, 25, o rompimento de três barragens provocou a morte de 37 pessoas. Outras 296 pessoas continuam desaparecidas, de acordo com as últimas informações disponíveis.

Segundo Celso Júnior, da organização Bombeiros Unidos Sem Fronteira, que chegou nesta madrugada a Brumadinho com 14 pessoas de São Paulo e está ajudando nos resgates, há duas possibilidades caso a quarta barragem se rompa. “A água pode tanto solidificar o material que já escoou, o que dificultaria a busca por corpos, como ela também pode lavar o local e facilitar o resgate”.

Em nota, a Vale disse que continua monitorando a situação juntamente com a Defesa Civil.

Atualizado às 9h02.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.