Polícia prende acusado de matar torcedor do Botafogo no ano passado

Segundo a Polícia Civil, Wallace Costa Mota, conhecido como Tabajaras, estava foragido desde março de 2017

Policiais civis prenderam ontem (23) Wallace Costa Mota, conhecido como Tabajaras. Ele é acusado de envolvimento na morte do torcedor do Botafogo Diego Silva dos Santos, de 28 anos, em fevereiro do ano passado.

Segundo a Polícia Civil, Wallace estava foragido desde março de 2017. De acordo com o laudo do Instituto Médico-Legal, o torcedor botafoguense morreu depois de ter sido perfurado várias vezes por torcedores do Flamengo, com um espeto de churrasco. A arma do crime tinha sido furtada de um bar perto do Engenhão.

O assassinato ocorreu antes de um jogo entre Flamengo e Botafogo, pelo Campeonato Carioca, no entorno do Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Engenho de Dentro, na zona norte da cidade. Tabajaras, que é ex-presidente da Torcida Jovem Fla, foi um dos oito denunciados pelo Ministério Público à Justiça, acusados da morte de Diego.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.