Brasil

Polícia conclui que motorista que atropelou Kayky Brito não será considerado culpado

Segundo a investigação da 16ª DP, Diones Coelho da Silva trafegava a 48 km/h, abaixo da velocidade permitida; delegado pediu arquivamento do caso

O inquérito policial aponta que Diones Coelho da Silva trafegava a uma média de 48 km/h no momento da colisão (Redes Sociais/Reprodução)

O inquérito policial aponta que Diones Coelho da Silva trafegava a uma média de 48 km/h no momento da colisão (Redes Sociais/Reprodução)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 27 de setembro de 2023 às 08h24.

A Polícia Civil do Rio concluiu que o motorista de aplicativo que atropelou o ator Kayky Brito, na madrugada de 2 de setembro, dirigia abaixo da velocidade permitida no trecho do Posto 6 da Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, no momento do acidente. Kayky sofreu politrauma corporal, traumatismo craniano e se encontra internado há 25 dias no Hospital Barra D'Or. No último dia 22 ele teve alta da UTI.

O inquérito policial aponta que Diones Coelho da Silva trafegava a uma média de 48 km/h no momento da colisão. A velocidade máxima permitida na via é de 70 Km/h. De acordo com o delegado Ângelo Lages, titular da 16ª DP, foi pedido o arquivamento do caso.

Segundo o relatório do inquérito, não pode ser imputado com qualquer fato criminoso ao motorista, "uma vez que dirigia em velocidade abaixo do limite da via, sem apresentar alteração na capacidade psicomotora pelo consumo de álcool (embriaguez) ou qualquer substância de efeito análogo e com a atenção devida na direção de veículo automotor, uma vez que ainda realizou ações para evitar a colisão, apesar da escassez temporal para reação e frenagem".

Motorista não estava embriagado

Logo após o acidente, Diones realizou um exame no Instituto Médico-Legal (IML) para verificar se havia ingerido bebida alcoólica. O resultado foi negativo.

Passageira nega alta velocidade

No momento da colisão, Diones transportava uma mulher e uma criança. Em depoimento na 16ª DP, Maria Estela Lima afirmou que o motorista não estava em alta velocidade e que prestou socorro à vítima:

"Ele não estava em excesso de velocidade, ele estava bem tranquilo. Durante a colisão, o meu corpo nem foi tanto para a frente. O motorista estava em uma velocidade tranquila, mas eu estava muito nervosa porque estava com a minha filha. Eu teria percebido se ele estivesse correndo muito e teria pedido para ele reduzir a velocidade porque eu estava com a minha filha", afirmou ela.

Ator estava com apresentador

Kayky, de 34 anos, estava com o apresentador Bruno de Luca no quiosque Dona Maria quando resolveu sair em direção ao carro do amigo, que estava estacionado do outro lado da rua. Diones voltava do Recreio dos Bandeirantes quando atingiu o ator.

Famoso por trabalhos na televisão e cinema

Kayky, de 34 anos, tem inúmeras novelas em seu currículo, assim como trabalhos no cinema e no teatro. Ainda criança, estreou nos palcos, na peça “Marcelo marmelo martelo”. Em 2000, fez sua primeira aparição na TV, na novela “Chiquititas”, mas ficou mais conhecido ao interpretar Zeca, em “O beijo do vampiro”.

Ao longo da carreira, interpretou personagens inesquecíveis, como a Bernardete, de “Chocolate com pimenta”, a adolescente que descobre ser menino ao longo da trama, e o Xongas, de “Sete pecados”. Seu último trabalho na TV até o momento foi em “Gênesis”, na Record TV.

Em 2003 estreou no cinema ao lado de Xuxa Meneghel, em “Xuxa abacadabra”. Recentemente, participou do curta-metragem “Passos”.

Acompanhe tudo sobre:Polícia CivilRio de Janeiro

Mais de Brasil

Quero ser responsável pela vitória dele, diz Lula no lançamento da candidatura de Boulos em SP

Com esquerda em peso e até bolsonarista, PSD oficializa candidatura de Paes sem definir vice

Vamos colocar a periferia em primeiro lugar, diz Boulos ao oficializar candidatura ao lado de Lula

Fuad e Kassab apostam em discurso moderado e feitos da gestão para reeleição em prefeitura BH

Mais na Exame