Brasil

Planalto descobre quem mudou perfil de Míriam Leitão

Autor das alterações é chefe da Assessoria Parlamentar do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Quando editou os perfis era assessor da Secretaria de Relações Institucionais do governo

Jornalista Miriam Leitão na 11ª edição do Prêmio Comunique-se (Rafael Cusato/Contigo)

Jornalista Miriam Leitão na 11ª edição do Prêmio Comunique-se (Rafael Cusato/Contigo)

DR

Da Redação

Publicado em 11 de setembro de 2014 às 17h59.

Brasília - A Casa Civil da Presidência informou nesta quinta-feira (11) que foi identificado o servidor público responsável pelas alterações nos perfis da enciclopédia virtual Wikipedia dos jornalistas Miriam Leitão e Carlos Alberto Sardenberg. Segundo a pasta, a Comissão de Sindicância Investigativa identificou Luiz Alberto Marques Vieira Filho como autor das mudanças. Ele é servidor público de cargo efetivo da carreira de finanças e controle.

De acordo com nota da Casa Civil, será aberto processo administrativo disciplinar sobre o caso, mas Luiz Alberto já solicitou desligamento do cargo que atualmente ocupa, chefiando a Assessoria Parlamentar do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Na época das alterações, o servidor era assessor da Secretaria de Relações Institucionais, pasta que funciona nas instalações do Palácio do Planalto.

A denúncia da alteração dos perfis dos dois jornalistas na enciclopédia virtual foi feita no dia 8 de agosto pelo jornal O Globo. Segundo a reportagem, a publicação foi feita em maio do ano passado e incluíram no Wikipedia críticas às atuações dos profissionais como comentaristas econômicos.

No mesmo dia, a Secretaria de Administração da Presidência da República informou, em nota, que irá apurar o uso da rede de internet do Palácio do Planalto para alteração de perfis de jornalistas. No dia seguinte, a presidenta Dilma Rousseff classificou o ato como inadmissível.

Acompanhe tudo sobre:InternetWikipedia

Mais de Brasil

Aeroporto de Porto Alegre será reaberto em outubro com 50 voos diários, diz ministro

Governo Lula é ruim ou péssimo para 44,2% e bom ou ótimo para 37,7%, aponta pesquisa Futura

Polícia acha meia tonelada de cocaína em contêiner de açúcar no litoral de SP

Lula pede regulação de redes sociais e diz que big techs não podem ganhar dinheiro com mentiras

Mais na Exame