PF investiga suspeita de plágio no Enem em Salvador

Se confirmadas as suspeitas, o vestibulando deverá ser indiciado pelo crime de fraude em certame de interesse público

São Paulo – A Polícia Federal cumpre nesta sexta-feira, 19, um mandado de busca e apreensão em Salvador, no endereço de um suspeito de fraude ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em nota, a PF informou que a banca responsável pela correção das provas identificou em 5 de novembro de 2017, ao realizar a prova de redação – cujo tema era “Desafios para a Formação Educacional dos Surdos” – que o candidato investigado plagiou, ipsis litteris, a sinopse do livro “Redação de Surdos: Uma Jornada em Busca da Avaliação Escrita”, da autora Maria do Carmo Ribeiro, disponível em sites da internet.

A partir da comunicação da suspeita à Polícia Federal foi instaurado inquérito e solicitado à Justiça Federal a expedição do mandado de busca.

O objetivo, segundo a PF, “é localizar elementos de prova que levem ao esclarecimento completo da fraude e à identificação de outras pessoas eventualmente envolvidas”.

Uma vez confirmadas as suspeitas, o investigado deverá ser indiciado pelo crime de fraude em certame de interesse público, previsto no artigo 311-A do Código Penal, cuja pena é de um a quatro anos de reclusão e multa.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.