PF faz operação contra pornografia infantil no RJ; suspeito é preso

Investigações contaram com cooperação da Interpol da Itália, que encaminhou informações obtidas pela Unidade de Crimes Cibernéticos em Milão
 (Sergio Moraes/Reuters)
(Sergio Moraes/Reuters)
A
Agência O GloboPublicado em 08/12/2020 às 10:13.

A Polícia Federal deflagrou a Operação Caçada contra suspeitos de pornografia infantil no estado do Rio, na manhã desta terça-feira, dia 8. Os agentes cumprem seis mandados de de busca e apreensão em cinco municípios: Rio de Janeiro, Niterói, Volta Redonda, Macaé e Campos dos Goytacazes. Um homem foi preso em flagrante em Campos. A ação visa a combater o abuso sexual infantil e a produção, posse e compartilhamento, pela internet, de fotografias e vídeos de violência sexual infantojuvenil.

As investigações do Núcleo de Repressão aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil (Nurcop) contaram com a cooperação da Interpol em Roma, na Itália, que encaminhou informações obtidas pela Unidade de Crimes Cibernéticos em Milão. Os criminosos enviavam ao Brasil todo o material pornográfico. A polícia monitorou e identificou uma rede que distribuía para pessoas de diversos países, arquivos com cenas de abuso e de exploração sexual de crianças e adolescentes. Nas imagens, há abusadores do sexo masculino e feminino.

Um dos locais onde foram apreendidos materiais fica na Rua Bom Pastor, na Tijuca, na Zona Norte do Rio. São equipamentos eletrônicos, como notebooks, HDs e celulares, que passarão por exame pericial para ajudar na identificação de vítimas, outros criminosos e crimes praticados.

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelas 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro/RJ, 2ª Vara Federal Criminal de Volta Redonda e 2ª Vara Federal Criminal de Niterói.