• AALR3 R$ 20,11 -0.15
  • AAPL34 R$ 67,44 -1.99
  • ABCB4 R$ 16,74 -0.12
  • ABEV3 R$ 14,07 -0.07
  • AERI3 R$ 3,67 -5.17
  • AESB3 R$ 10,69 -2.55
  • AGRO3 R$ 30,97 0.23
  • ALPA4 R$ 20,42 -1.64
  • ALSO3 R$ 18,92 -2.82
  • ALUP11 R$ 27,14 -0.11
  • AMAR3 R$ 2,34 -5.26
  • AMBP3 R$ 30,77 -1.28
  • AMER3 R$ 23,37 -2.91
  • AMZO34 R$ 64,05 -2.21
  • ANIM3 R$ 5,32 -4.14
  • ARZZ3 R$ 78,14 -1.72
  • ASAI3 R$ 15,86 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,01 -4.33
  • B3SA3 R$ 12,01 -0.74
  • BBAS3 R$ 37,42 -1.43
  • AALR3 R$ 20,11 -0.15
  • AAPL34 R$ 67,44 -1.99
  • ABCB4 R$ 16,74 -0.12
  • ABEV3 R$ 14,07 -0.07
  • AERI3 R$ 3,67 -5.17
  • AESB3 R$ 10,69 -2.55
  • AGRO3 R$ 30,97 0.23
  • ALPA4 R$ 20,42 -1.64
  • ALSO3 R$ 18,92 -2.82
  • ALUP11 R$ 27,14 -0.11
  • AMAR3 R$ 2,34 -5.26
  • AMBP3 R$ 30,77 -1.28
  • AMER3 R$ 23,37 -2.91
  • AMZO34 R$ 64,05 -2.21
  • ANIM3 R$ 5,32 -4.14
  • ARZZ3 R$ 78,14 -1.72
  • ASAI3 R$ 15,86 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,01 -4.33
  • B3SA3 R$ 12,01 -0.74
  • BBAS3 R$ 37,42 -1.43
Abra sua conta no BTG

PF faz operação contra fraudes na compra de medicamentos de alto custo

Investigação conta com apoio da CGU e ocorre No Distrito Federal e em São Paulo
Os mandados foram expedidos pela 12ª Vara Federal Criminal de Brasília (Agência Brasil/Tomaz Silva)
Os mandados foram expedidos pela 12ª Vara Federal Criminal de Brasília (Agência Brasil/Tomaz Silva)
Por Agência O GloboPublicado em 30/11/2021 10:36 | Última atualização em 30/11/2021 10:37Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira a Operação Rarus para combater fraudes na compra de medicamentos de alto custo. A ação tem como objetivo reprimir golpes na entrega desses medicamentos comprados com dinheiro público para pessoas portadoras de doenças raras. Os policiais cumprem oito mandados de busca e apreensão em São Paulo e no Distrito Federal.

  • Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

Os mandados foram expedidos pela 12ª Vara Federal Criminal de Brasília. A operação conta com o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU). O órgão apurou a existência de ações judiciais patrocinadas por uma indústria farmacêutica específica, que se valia de uma associação de pacientes para induzir médicos a prescreverem os seus produtos.

Os casos aconteceram entre os anos de 2015 e 2018. A PF investiga a existência de pacientes que sequer possuíam a indicação médica para o uso de tais medicamentos. Além disso, também é apurado o envolvimento de agentes públicos, como dirigentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em atos de corrupção.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva e violação de sigilo funcional. As penas previstas variam de 12 a 18 anos de prisão.

Veja Também

Bolsonaro sanciona lei que cria a bula digital
Brasil
Há uma semana • 2 min de leitura

Bolsonaro sanciona lei que cria a bula digital

Anvisa aprova uso emergencial de medicamento para covid-19
Brasil
Há 2 semanas • 3 min de leitura

Anvisa aprova uso emergencial de medicamento para covid-19

OMS recomenda uso do remédio da Pfizer contra covid-19
Ciência
Há um mês • 2 min de leitura

OMS recomenda uso do remédio da Pfizer contra covid-19