Pesquisa eleitoral: Bolsonaro lidera em duas regiões que somam 34 milhões de eleitores

EXAME/IDEIA: Em Centro-Oeste e Sul, que juntas somam 21% dos votos no Brasil, Bolsonaro tem vantagem consolidada contra Lula, mostra pesquisa; desafio do presidente é avançar no Sudeste
Bolsonaro: presidente lidera no Centro-Oeste e Sul, onde já venceu em 2018 (Ton Molina/Getty Images)
Bolsonaro: presidente lidera no Centro-Oeste e Sul, onde já venceu em 2018 (Ton Molina/Getty Images)
C
Carolina Riveira

Publicado em 29/09/2022 às 18:05.

Última atualização em 30/09/2022 às 10:26.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) segue com vitória consolidada nas regiões Sul e Centro-Oeste, aponta nova rodada da pesquisa EXAME/IDEIA, divulgada nesta quinta-feira, 29. No Centro-Oeste, Bolsonaro tem oito pontos de vantagem contra Lula (PT) no primeiro turno, enquanto a dianteira é de 12 pontos no Sul.

Fique por dentro de tudo sobre as Eleições 2022 e os resultados das pesquisas eleitorais. Clique aqui e receba gratuitamente a newsletter EXAME Desperta

No Sul, a intenção de voto para o primeiro turno (pergunta estimulada) é: 

  • Bolsonaro: 45%
  • Lula: 33%
  • Ciro Gomes: 7%
  • Simone Tebet: 7%
  • Outros candidatos, indecisos, branco/nulo ou que não votarão somam, ao todo, 7%.

No Sul, 88% dos eleitores responderam que o voto está definido, enquanto 10% disseram que ainda pode mudar (os demais não souberam responder).

No Centro-Oeste, a intenção de voto para o primeiro turno é: 

  • Bolsonaro: 43%
  • Lula: 35%
  • Ciro Gomes: 10%
  • Simone Tebet: 4%
  • Outros candidatos, indecisos, branco/nulo ou que não votarão somam, ao todo, 8%.

No Centro-Oeste, 81% dos eleitores responderam que o voto está definido, enquanto 18% disseram que ainda pode mudar (os demais não souberam responder).

VEJA TAMBÉM: Sustentabilidade é maior oportunidade para o agro desde a Revolução Industrial, diz CEO da JBS

Dentre as cinco regiões, o Nordeste é a única em que Lula lidera com folga. Enquanto isso, as duas regiões indefinidas são Sudeste e Norte, em que há empate técnico, mas com leve vantagem para Lula (veja os detalhes no mapa abaixo).

(Arte/Exame)

No Sul e no Centro-Oeste, Bolsonaro já havia vencido em 2018. Embora tenha vantagem consolidada, a liderança de Bolsonaro nessas regiões é importante para consolidar o número absoluto de votos do presidente na eleição nacional, enquanto a campanha tenta garantir sua chegada ao segundo turno.

Juntos, Centro-Oeste e Sul somam mais de 34 milhões de eleitores, segundo cálculos do Tribunal Superior Eleitoral, o equivalente a cerca de 21% dos votos do Brasil. O Centro-Oeste tem 11,5 milhões de eleitores (7% do total) e o Sul, 22,6 milhões (14%).

VEJA TAMBÉM: Pesquisa eleitoral para presidente: Lula chega a 49% dos votos válidos, e Bolsonaro, 38%

Enquanto isso, a campanha de Bolsonaro tem se esforçado para garantir mais votos no Sudeste, região vista como decisiva no primeiro turno. Em 2018, Bolsonaro venceu no Sudeste e vinha avançando na região nos últimos meses: na pesquisa EXAME/IDEIA anterior, em agosto, chegou a crescer oito pontos e ultrapassar Lula, com consolidação do antipetismo e o impacto de medidas como a desoneração dos combustíveis. Na reta final, porém, o presidente estagnou em seu crescimento na região.

"Ao ver o mapa das intenções de voto nas regiões, é curioso notar que ele é bem similar ao de 2018, com Bolsonaro em vantagem no Sul e no Centro-Oeste, e o PT na frente no Nordeste. A diferença é justamente no Sudeste, que vai definir a eleição", disse Maurício Moura, fundador do IDEIA.

"Há quatro anos, o presidente venceu em Minas Gerais e em São Paulo. Agora, tudo mostra que Lula deve sair vitorioso nesses dois estados", diz Moura.

VEJA TAMBÉM: No Sudeste, Lula cresce 12 pontos em um mês e vai a 46%, mostra EXAME/IDEIA

Lula tem 49% dos votos válidos em pesquisa nacional

Embora Lula apareça pouco à frente no Sudeste e no Norte, a vantagem está dentro da margem de erro, que é de seis pontos percentuais para os estratos (como as regiões específicas) e de três pontos percentuais para a pesquisa nacional.

Na nacional, que inclui amostra calculada para todo Brasil, Lula tem 47% das intenções de voto e Bolsonaro, 37% (veja aqui).

Em votos válidos, quando se excluem brancos e nulos, essa margem faz Lula chegar a 49% na pesquisa EXAME/IDEIA (veja no gráfico abaixo). O resultado ainda não é suficiente para uma vitória em primeiro turno. Um candidato sai vitorioso em primeiro turno somente se atingir a marca de 50% mais um dos votos válidos, excluindo brancos e nulos.

(Arte/Exame)

Para a pesquisa, foram ouvidas 1.500 pessoas entre os dias 23 e 28 de setembro. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%.

A sondagem foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-09782/2022. A EXAME/IDEIA é um projeto que une EXAME e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública. Veja aqui o relatório completo.

Segundo turno nas regiões

Na sondagem de segundo turno, em um cenário com Lula e Bolsonaro, a vantagem de Lula segue acima dos 40 pontos na região Nordeste, enquanto Bolsonaro segue vencendo no Centro-Oeste e Sul. Nas demais regiões, a vantagem de Lula se amplia no Norte em um eventual segundo turno, mas a situação segue indefinida no Sudeste.

Perguntados em quem votariam em um cenário com Lula e Bolsonaro, as intenções de voto por região foram:

Norte

  • Bolsonaro: 41%
  • Lula: 50%
  • Ninguém/não sabe: 9%

Centro-Oeste

  • Bolsonaro: 46%
  • Lula: 40%
  • Ninguém/não sabe: 14%

Nordeste

  • Bolsonaro: 26%
  • Lula: 68%
  • Ninguém/não sabe: 6%

Sul

  • Bolsonaro: 50%
  • Lula: 42%
  • Ninguém/não sabe: 9%

Sudeste

  • Bolsonaro: 46%
  • Lula: 47%
  • Ninguém/não sabe: 6%.

Fique por dentro de tudo sobre as Eleições 2022 e os resultados das pesquisas eleitorais. Clique aqui e receba gratuitamente a newsletter EXAME Desperta

Leia mais sobre as eleições 2022