PEC será entregue à tarde, com prazo de 4 anos para Bolsa Família, diz senador

"Vamos deixar as PEC paralelas de lado e vamos trabalhar a nossa", afirmou Paulo Rocha (PT-PA)
Bolsa Família: auxílio ficará fora do teto de gastos pelos próximos quatro anos, diz senador (Jefferson Rudy/Agência Senado)
Bolsa Família: auxílio ficará fora do teto de gastos pelos próximos quatro anos, diz senador (Jefferson Rudy/Agência Senado)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 23/11/2022 às 12:05.

O senador Paulo Rocha (PT-PA) confirmou na manhã desta quarta-feira, 23, que o texto da PEC da Transição será entregue à tarde ao Senado e terá escrito um prazo de quatro anos para que o Bolsa Família fique fora do teto de gastos. Segundo ele, o valor de R$ 175 bilhões é imprescindível para o governo eleito.

"Vamos deixar as PEC paralelas de lado e vamos trabalhar a nossa", afirmou Rocha, ao chegar ao Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), onde funciona o governo de transição.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.