A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Oposição consegue adiar votação de projeto do governo na CMO

Governistas estavam confiantes que aprovariam o requerimento do relator para quebrar interstício de dois dias úteis a fim de votar ainda hoje projeto do governo

Brasília - A oposição conseguiu adiar para sexta-feira (28) da próxima semana a votação do projeto de lei do Executivo que modifica a Lei de Diretrizes Orçamentárias para alterar a meta fiscal.

Os governistas estavam confiantes que aprovariam o requerimento do relator, senador Romero Jucá, para quebrar o interstício de dois dias úteis a fim de votar ainda hoje (19) o projeto do governo.

No entanto, na votação dos deputados que integram a CMO, os governistas conseguiram 15 votos e a oposição 7, resultado insuficiente porque para quebrar o interstício de dois dias é necessária a maioria absoluta de 18 votos.

A derrota dos governistas levou senador Jucá a avaliar que houve falta de mobilização da base para a votação da matéria na comissão.

Mesmo assim, ele considerou que ainda há tempo suficiente para concluir a apreciação do projeto na comissão e no plenário do Congresso.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também