Objetivo da multa não é fazer caixa, diz diretor da Sabesp

Diretor Econômico-Financeiro e de Relações com Investidores da Sabesp afirmou que 84% do lucro da Sabesp é utilizado em questões de interesse público

São Paulo - O diretor Econômico-Financeiro e de Relações com Investidores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Rui Affonso, disse que o objetivo da multa que a companhia quer cobrar dos clientes que aumentarem o consumo de água não é fazer caixa.

Segundo ele, a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) estabelece que os recursos vindos da multa só podem ser usados para investimentos que visam enfrentar a crise.

"A origem e destinação desses recursos serão divulgadas nos balanços. O objetivo não é fazer caixa. Os recursos que entrarem vão reforçar as ações da Sabesp para combater a crise", reiterou Affonso, em encontro com jornalistas junto com o presidente da Sabesp, Jerson Kelman.

Ao comentar o assunto, Kelman afirmou que 84% do lucro da Sabesp é utilizado em questões de interesse público.

Ele lembrou ainda que, em abril, a Arsesp autoriza a companhia a aplicar outro reajuste, acompanhando a inflação.

"Temos interesse em ter uma tarifa justa que permita à Sabesp entregar água mesmo em uma situação hidrológica tão imprevisível como esta", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.