Nova onda de frio em São Paulo? Veja a previsão do tempo para o fim de semana

A Climatempo alerta para períodos de chuva moderada em todas as regiões de São Paulo, exceto no norte do Estado, onde o tempo fica firme
 (RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/Estadão Conteúdo)
(RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/Estadão Conteúdo)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 08/06/2022 às 11:01.

Última atualização em 08/06/2022 às 13:08.

Uma nova onda de frio deve alcançar o Estado de São Paulo devido à chegada de uma massa de ar de origem polar, que vai despencar as temperaturas mínimas a partir de sábado, 11, até terça-feira, 14, segundo a Climatempo. O frio, porém, não será tão intenso quanto o observado com a massa de ar polar em meados de maio, afirma a empresa, que acrescenta não haver riscos para geadas no Estado.

Na capital paulista, no sábado as temperaturas já começam a cair com mínima prevista de 11ºC e máxima de 16ºC. No Dia dos Namorados, a mínima é de 10ºC e a máxima de 16ºC. A partir de quarta-feira, os termômetros voltam a subir gradualmente.

Enquanto as temperaturas não caem, todo o Estado pode esperar, a partir desta quarta-feira, 8, mudanças no tempo com chuva a qualquer momento. A Climatempo alerta para períodos de chuva moderada em todas as regiões de São Paulo, exceto no norte do Estado, onde o tempo fica firme.

A cidade de São Paulo tem previsão de pancadas de chuvas todos os dias até sexta-feira, e garoa no sábado. A partir de domingo, as chuvas cessam e dão lugar ao frio mais intenso.

No restante do Estado a situação é parecida. A previsão, segundo a empresa, é de uma quarta-feira encoberta e com chuvas até o período da noite. As temperaturas continuam amenas, com sensação de frio, porque o céu fica encoberto e o sol quase não aparece.

Na quinta-feira, a frente fria já deve estar afastada do Estado, mas a umidade proveniente da Amazônia continuará mantendo condição para chuvas generalizadas, seguidas por raios e ventos de até 30 km/h. "Como são esperados momentos de chuva forte, não são descartados riscos para transtornos como alagamentos, em áreas mais vulneráveis", diz o alerta.

As chuvas se estendem até sábado, dando lugar à massa de ar de origem polar e causando uma mudança brusca nas temperaturas.