Nova fase da Lava-Jato; Eunício internado…

40 milhões em propina

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, a 38a fase da Operação Lava-Jato. Os alvos dos mandados de prisão foram Jorge Antônio da Silva Luz e o filho dele, Bruno Gonçalves Luz. Eles são considerados operadores do esquema para o PMDB e intermediavam o dinheiro de quem estava pagando a propina para quem a recebia. Ambos teriam ajudado a dar destino a pelo menos 40 milhões de dólares vindos da diretoria de Internacional da Petrobras nos últimos dez anos. Mas, de acordo com a investigação, o doleiro fazia isso desde os anos 80. Como ambos estão vivendo nos Estados Unidos, o nome deles foi colocado na lista de procurados da Interpol.

_
Senadores como destino

De acordo com o Ministério Público Federal, o dinheiro era destinado principalmente a senadores do PMDB, mas não houve nomes citados. O procurador da República Diogo Castor de Mattos explicou que é provável que nem os operadores tenham conhecimento do destino do dinheiro. “Eles sabem que foi destinado para a bancada de Senado do partido e que era representado por um determinado senador, que daí, em tese, seria esse senador que distribuiria entre os outros políticos”, disse. De acordo com a delação premiada de Nestor Cerveró, ex-diretor da área na Petrobras, o destinatário era o ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB). A partir daí ele fazia a distribuição.

_
Cirurgia de Eunício

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, passou por uma cirurgia para a retirada da vesícula na noite de quarta-feira. A assessoria do senador informou que ele foi internado com muitas dores no abdômen devido a uma obstrução do ducto biliar. Eunício passa bem, já está no quarto, consciente e respira sem a ajuda de aparelhos.

_
Confronto em presídio

Depois de pouco mais de um mês, mais uma vez um presídio brasileiro foi palco de batalha entre presidiários. Dessa vez, aconteceu na Penitenciária Odenir Guimarães (POG), em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital. Em um confronto entre diferentes alas do presídio, quatro detentos morreram e 35 ficaram feridos. A situação no presídio já foi normalizada.

_
Novo nome no Itamaraty

Depois da saída repentina de José Serra (PSDB-SP) do Ministério de Relações Exteriores, o governo já estuda nomes de possíveis substitutos. Como a vaga cabe aos tucanos, o senador Aécio Neves, presidente do partido, negocia com o governo quem será o próximo ministro. Entre os prováveis substitutos estão os senadores Aloysio Nunes Ferreira (SP), Tasso Jeireissati (CE) e Antônio Anastasia (MG). A saída de Serra do ministério pegou de surpresa tanto o presidente Michel Temer como seus correligionários. Serra informou os aliados mais próximos na madrugada de quarta-feira. A decisão se deu em razão das fortes dores que o ex-ministro e agora novamente senador vem sentindo depois de uma cirurgia na coluna.

_
Lobão na Suíça

A Suíça investiga se o senador peemedebista Edison Lobão (MA) utilizou contas no país para receber propinas oriundas do Brasil. Os recursos foram bloqueados preventivamente. Lobão é alvo de inquéritos da Operação Lava-Jato por receber propinas na época em que era ministro das Minas e Energia.

_
Bens de Pimentel bloqueados

A Justiça bloqueou 10 milhões de reais em bens do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), mais cinco pessoas. O grupo teria sido beneficiado com a contratação de um sistema de monitoramento para o centro de Belo Horizonte sem licitação pública, por meio da Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade. Na época, Pimentel era prefeito de BH.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.