Morre Dom Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo, aos 87 anos

Um dos arcebispos mais influentes na Santa Sé, o religioso inspirou a escolha de Papa Francisco, em 2013; velório será na Catedral Metropolitana
Foto de arquivo, de 7 de outubro de 2019, do cardeal Cláudio Hummes no Vaticano (AFP/AFP Photo)
Foto de arquivo, de 7 de outubro de 2019, do cardeal Cláudio Hummes no Vaticano (AFP/AFP Photo)
A
Agência O GloboPublicado em 04/07/2022 às 13:29.

Morreu, nesta segunda-feira, Dom Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo. Ele tinha 87 anos e lutava contra um câncer no pulmão. De acordo com o médico Rodrigo Paulino, o óbito foi pouco depois das 9h.

O velório de Dom Cláudio acontecerá na Catedral Metropolitana de SP, localizada na Praça da Sé. No local serão celebradas Santas Missas em diferentes horários, que ainda serão comunicados, informou nota divulgada pelo arcebispo Dom Odilo Pedro Scherer.

Dom Cláudio era um dos arcebispos mais influentes na Santa Sé. No Conclave em que foi escolhido o Papa Francisco, em 2013, foi revelado que a escolha do novo líder da Igreja Católica foi inspirada pelo religioso brasileiro.

O arcebispo emérito era conhecido também por defender as causas indígenas. No Sínodo da Amazônia, em Roma, em 2019, ele defendeu a demarcação de terras indígenas, o que chamou de "fundamental" para eles e para a preservação da floresta.

Dom Cláudio nasceu em Salvador do Sul, no Rio Grande do Sul, e entrou na vida religiosa da Ordem Franciscana dos Frades Menores. Ele recebeu a ordenação sacerdotal em 1958 e a ordenação episcopal em 1975. O religioso foi bispo diocesano de Santo André (SP), arcebispo de Fortaleza, no Ceará, e Arcebispo de SP.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.