• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 14,02 -0.85
  • AERI3 R$ 3,64 -1.62
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 19,14 0.21
  • ALUP11 R$ 26,80 0.75
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 30,05 -1.60
  • AMER3 R$ 23,47 1.65
  • AMZO34 R$ 66,64 -0.42
  • ANIM3 R$ 5,45 -1.09
  • ARZZ3 R$ 81,36 0.20
  • ASAI3 R$ 15,96 3.30
  • AZUL4 R$ 21,10 -0.66
  • B3SA3 R$ 12,04 1.95
  • BBAS3 R$ 37,00 3.64
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 14,02 -0.85
  • AERI3 R$ 3,64 -1.62
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 19,14 0.21
  • ALUP11 R$ 26,80 0.75
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 30,05 -1.60
  • AMER3 R$ 23,47 1.65
  • AMZO34 R$ 66,64 -0.42
  • ANIM3 R$ 5,45 -1.09
  • ARZZ3 R$ 81,36 0.20
  • ASAI3 R$ 15,96 3.30
  • AZUL4 R$ 21,10 -0.66
  • B3SA3 R$ 12,04 1.95
  • BBAS3 R$ 37,00 3.64
Abra sua conta no BTG

Médicos descartam cirurgia de Bolsonaro antes de janeiro, dizem fontes

Presidente eleito terá que aguentar mais um período com uma bolsa de colostomia
Jair Bolsonaro: médicos negaram antecipação de procedimento (Divulgação/Governo de transição)
Jair Bolsonaro: médicos negaram antecipação de procedimento (Divulgação/Governo de transição)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 13/12/2018 17:54 | Última atualização em 13/12/2018 17:54Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo - O presidente eleito, Jair Bolsonaro, consultou a equipe médica do Hospital Israelita Albert Einstein sobre a possibilidade de realizar a cirurgia que irá retirar a bolsa de colostomia antes de janeiro. Mas a resposta foi negativa.

Bolsonaro esteve na manhã desta quinta-feira, 13, na capital paulista para uma consulta com o time que o atende desde setembro, quando foi vítima de uma facada durante um ato da campanha em Juiz de Fora (MG). Ele deixou o hospital sem falar com jornalistas e, embora não houvesse previsão na agenda, seguiu para um almoço na casa do apresentador Silvio Santos.

O hospital não divulgou boletim médico sobre o estado de saúde do presidente eleito. A consulta de Bolsonaro, ainda segundo relatos, foi rápida e teria ocorrido a pedido do próprio presidente eleito.

No fim de semana, Bolsonaro relatou que se sentiu mal, supostamente depois de uma confusão na tomada de medicamentos. Na ocasião, ele já havia manifestado a vontade de realizar a cirurgia antes do fim do ano. "Se o doutor Macedo achar na quinta-feira que estou em condições, posso baixar logo. Eu gostaria de não ficar uma semana baixado depois, em janeiro", disse Bolsonaro.