Média móvel de mortes por covid no Brasil fica acima de 100 pelo 2º dia

O Brasil registrou neste domingo 47 novas mortes por covid-19 em 24 horas. Total chega a 664.967
 (Kacper Pempel/Reuters)
(Kacper Pempel/Reuters)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 16/05/2022 06:25 | Última atualização em 16/05/2022 08:52Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O Brasil registrou neste domingo 47 novas mortes por covid-19, elevando para 664.967 o total de vítimas da doença. A média móvel de óbitos, que tem o objetivo de eliminar distorções entre dias úteis e fim de semana, subiu e está em 111.

Apesar de queda de 12% na comparação com duas semanas atrás, é o segundo dia seguido em que o índice fica acima de 100, já que estava em 106 na véspera.

Nas últimas 24 horas, foram notificados 6.330 casos do coronavírus. Com isso, o número de diagnósticos positivos agora é de 30.683.838.

A média móvel de casos deste domingo ficou em 17.720, valor que representa aumento de 20% na comparação com o indicador de 14 dias atrás.

Coreia do Norte registra mais mortes e casos em primeiro surto de covid

China: Xangai anuncia reabertura por etapas do comércio

Os dados diários da pandemia no Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado pelo jornal O Estado de S. Paulo, g1, O Globo, Extra, Folha de S.Paulo e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20 horas.

De acordo com os números do governo, 29,7 milhões de pessoas estão recuperadas da covid-19.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal.

A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.