Marcos Valério é preso em operação contra grilagem

Operação Terra do Nunca, da Polícia Civil, prendeu o ex-mensaleiro e três sócios em Belo Horizonte

A Polícia Civil em conjunto com o Ministério Público da Bahia prenderam na manhã de hoje o empresário Marcos Valério e três sócios em Belo Horizonte, durante a Operação Terra do Nunca, desencadeada nos estados da Bahia, Minas e São Paulo, segundo a Polícia Civil.

Marcos Valério foi apontado pelo Ministério Público como operador do esquema do mensalão, como ficou conhecido suposto esquema de pagamento de propina a parlamentares em troca do apoio político no Congresso durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com informações do MP, Marcos Valério atuava em conjunto com advogados e oficiais de cartório de Registro Gerais de Imóveis e de Tabelionato de Notas na falsificação de documentos públicos, criando matrículas falsas de imóveis inexistentes e da União. Segundo o MP, o objetivo era entregar esses documentos para garantir dívidas das empresas de Marcos Valério.

Os agentes estão cumprindo ao menos 23 mandados de prisão e de busca e apreensão nos municípios de Barreiras, Santa Maria da Vitória e São Desidério, no oeste baiano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.