Maracanã bloqueado; PT bloqueado…

Maraca bloqueado

O TCE do Rio de Janeiro aprovou unanimemente o parecer que recomenda punições às empreiteiras envolvidas na reforma do estádio do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014. As empreiteiras Odebrecht, Andrade Gutierrez e Delta são suspeitas de irregularidades na obra, no valor de 1,2 bilhão de reais. O relatório do conselheiro José Gomes Graciosa pede o bloqueio de 198,5 milhões de reais das empresas com o estado do Rio. Nos próximos 30 dias, as empreiteiras devem apresentar sua defesa, ou devolver o dinheiro.

__

PT, Bernardo e Vaccari bloqueados

A justiça decretou nesta terça-feira o bloqueio de 102,7 milhões de reais do PT, do ex-ministro Paulo Bernardo e do ex-tesoureiro do partido, João Vaccari Neto, preso há mais de um ano na operação Lava Jato. O bloqueio foi decretado pelo juiz federal Paulo Bueno de Azevedo, responsável pela operação Custo Brasil. O valor é referente a quantias que teriam sido desviadas do ministério do Planejamento em um esquema que envolveu a empresa de tecnologia da informação Consist.

__

Dilma ausente

A presidente afastada, Dilma Rousseff, informou nesta terça-feira por meio de sua conta na rede social Twitter que não comparecerá ao seu interrogatório na comissão especial do Impeachment no Senado, marcado para esta quarta-feira 6. Ela será substituída pelo ex-advogado geral da União, José Eduardo Cardozo, que lerá um documento assinado por Dilma. Cardozo não poderá responder a perguntas feitas pelos senadores. Dilma e aliados avaliam que a exposição agora pode ser prejudicial e que não é o momento para um apelo a fim de reverter votos. Ela ainda avalia ir ao plenário do Senado.

__

Parecer secreto

O deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF) entregou o parecer sobre os recursos protocolados pelo presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, para tentar anular sua cassação na comissão de Constituição e Justiça. Fonseca, que é o relator do recurso e é considerado aliado de Cunha, manteve o voto em segredo, mas disse que será “imparcial” no parecer. Ao contrário do que havia sido noticiado anteriormente, o voto do relator não foi tornado público nesta terça-feira, e será feito na quarta, segundo o presidente da comissão, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR).

__

Cunha firme

Ao contrário do que vem sendo veiculado nos últimos dias, o presidente afastado da Câmara Eduardo Cunha não deve renunciar até agosto. É o que afirma o site O Antagonista, que diz que ele deve aguardar o processo de cassação. Cunha está afastado do mandato desde o final de maio e seu processo de cassação já avançou na comissão de Ética da Câmara e aguarda o parecer da comissão de Constituição e Justiça para avançar para o plenário da casa.

__

Caiado anti-vaquinha

O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado, protocolou uma representação junto à procuradora-geral da República questionando a legalidade da “vaquinha virtual” realizada pela presidente afasta Dilma Rousseff. O crowdfunding de Dilma, que tinha como objetivo pagar as viagens da mandatária pelo país, alcançou a meta de 500.000 reais na última sexta-feira 1º. Segundo o senador, a campanha de arrecadação tem cunho político e partidário e não há como checar as origens e a legalidade do dinheiro. Caiado reclama que não há qualquer controle ou fiscalização da Justiça Eleitoral sobre a quantia doada.

__

Força Nacional recebida a bala

Um carro da Força Nacional de Segurança foi atingido durante uma troca de tiros na madrugada de segunda para terça-feira no cruzamento da Avenida Brasil e da Linha Amarela, duas das principais vias de acesso ao Rio de Janeiro. Na tarde desta terça-feira, a Força Nacional assumiu a segurança das arenas das Olimpíadas do Rio, que começam em um mês. De acordo com gravações, os policias se viram no meio do fogo cruzado e precisaram revidar. O ataque foi confirmado pela assessoria do ministério da Justiça, que afirmou que o confronto não tinha relação com o trabalho do grupo. Nenhum policial ficou ferido.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.