Mais de R$ 650 milhões já foram doados no Brasil para combater coronavírus

Ações como doação em dinheiro, equipamentos de saúde, produtos de higiene pessoal, álcool em gel e alimentos são alguns dos exemplos de engajamento

Diversas Organizações Não Governamentais, instituições sem fins lucrativos, o setor empresarial e a sociedade estão engajados em arrecadar fundos para a luta contra o novo coronavírus no Brasil.

As campanhas de doação iniciaram há menos de um mês, mas o montante em dinheiro é significativo. De acordo com informações da Associação Brasileira dos Captadores de Recursos, até agora, são mais de R$ 650 milhões em arrecadação. "Me parece, sob todos os ângulos, que é a maior mobilização de recursos do País. É o maior movimento de solidariedade da história recente", disse o diretor executivo da ABCR, João Paulo Vergueiro.

Ações como doação em dinheiro, equipamentos de saúde, máscaras, respiradores, produtos de higiene pessoal, álcool em gel e alimentos são alguns dos exemplos de engajamento. A situação revela a capacidade de mobilização de ONGs e sociedade civil em momentos de crise.

Muitas famílias de baixa renda já estão recebendo cestas básicas e repasses de recursos, enquanto o governo ainda está se organizando. "É um ativo que o País tem valiosíssimo: tem recursos, agilidade de resposta e capilaridade para entregar o benefício social. E nós como nação precisamos valorizar e construir um ambiente cada vez mais favorável para que ele possa ser praticado", afirmou Vergueiro.

A ABCR ressalta que só contabiliza as doações em dinheiro, mas enfatiza também que há repasse de outros itens. Algumas empresas por exemplo, estão focando sua produção de roupas para a confecção de uniformes para médicos, colchões e máscaras entre outros produtos.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.