Mais 8 estados aderem ao programa "Crack, é Possível Vencer"

Deve ser anunciada na ocasião a liberação de recursos para a segurança pública e o atendimento de dependentes químicos
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, durante o lançamento do programa do governo federal "Crack, É Possível Vencer" na cidade (Marcelo Camargo/ABr)
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, durante o lançamento do programa do governo federal "Crack, É Possível Vencer" na cidade (Marcelo Camargo/ABr)
D
Da RedaçãoPublicado em 06/08/2013 às 07:01.

Brasília - Mais oito estados firmam hoje (6) o termo de adesão ao programa do governo federal Crack, É Possível Vencer. A cerimônia será realizada às 14h no Salão Negro do Ministério da Justiça. São os últimos estados a aderir ao programa.

A assinatura do termo de adesão terá a presença dos ministros Gleise Hoffmann, da Casa Civil, José Eduardo Cardozo, da Justiça, Alexandre Padilha, da Saúde, Tereza Campello, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, e Maria do Rosário, dos Direitos Humanos.

Também participam da cerimônia governadores e representantes dos estados beneficiados (Amazonas, Amapá, Bahia, Mato Grosso, Maranhão, Rondônia, Roraima e Tocantins).

Deve ser anunciada na ocasião a liberação de recursos para a segurança pública e o atendimento de dependentes químicos, além da expansão do programa para municípios dos estados de Alagoas, do Rio de Janeiro, de Pernambuco, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo.