Itália suspende voos do Brasil por nova variante do coronavírus em Manaus

Qualquer pessoa que tenha transitado pelo Brasil nos últimos 14 dias também está proibida de entrar na Itália

A Itália anunciou neste sábado a suspensão de voos do Brasil, disse o ministro da Saúde, Roberto Speranza, em resposta a uma nova cepa de coronavírus.

Qualquer pessoa que tenha transitado pelo Brasil nos últimos 14 dias também está proibida de entrar na Itália, disse ele no Facebook, enquanto quem chegar à Itália do Brasil será obrigado a fazer um teste para o vírus.

"É fundamental que nossos cientistas estudem a nova cepa. Nesse ínterim, estamos tomando uma abordagem muito cautelosa", disse ele.

O que é a nova variante do coronavírus

No fim do ano passado, o próprio Reino Unido foi palco de preocupação mundial quando foi descoberta uma nova variante do coronavírus no país, o que fez diversos lugares do mundo banirem voos britânicos. A nova cepa se mostrou mais infecciosa do que a comum, embora não necessariamente mais letal — contudo, ao aumentar o número de infectados, aumentam também as possibilidades de óbitos, o que preocupa especialistas.

Já a nova variante encontrada no Brasil, segundo um novo estudo de cientistas brasileiros, pode ter traços tanto da variante mais infecciosa descoberta no Reino Unido quanto de outra variante, da África do Sul.

Segundo Ester Sabino, infectologista e coautora do estudo, isso pode significar um aumento substancial no número de infectados e casos de SARS-CoV-2 no Brasil — terceiro país mais afetado pela doença no mundo.

“Nossa pesquisa até este momento só descreveu a nova variante. Ela possui ao mesmo tempo as mutações da linhagem do Reino Unido e da África do Sul associadas, o que sugere que ela deve  ser mais transmissível. E que ela provavelmente será a responsável por aumentar o número de casos nesta segunda onda”, afirma Sabino em entrevista à EXAME.

(Com Tamires Vitório)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.