Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

ÀS SETE - O interventor do Rio divulgou que precisa de R$ 3,1 bi para a Segurança Pública quitar dívidas com fornecedores e colocar os salários em dia

A conta da intervenção

O general Walter Souza Braga Netto, apontado como interventor federal no Rio de Janeiro, diz precisar de 3,1 bilhões de reais para a Segurança Pública quitar dívidas com fornecedores e colocar os salários em dia.A cifra é resultado de um levantamento realizado ao longo do mês de fevereiro pelos assessores do general. Segundo esses cálculos, 1,6 bilhão de reais seriam referentes a pagamentos que deveriam ter sido realizado em 2016 e 2017. O resto — 1,5 bilhão — seria para dívidas contraídas neste ano. Apesar da grave crise e das dúvidas, já se sabe que o pedido do general não será atendido. O presidente Michel Temer afirmou que o governo federal vai liberar entre 600 milhões e 800 milhões de reais para a intervenção.

Às Sete – um guia rápido para começar seu dia

Leia também estas outras notícias da seção Às Sete e comece o dia bem informado:

Marielle e as fake news

O departamento jurídico do PSOL e parentes da vereadora Marielle Franco, assassinada na semana passada, receberam até domingo 11.000 denúncias de postagens com informações falsas e difamatórias sobre a parlamentar publicadas nas redes sociais. O partido iniciou, no sábado, uma mobilização para coletar provas e denunciar pessoas que compartilhem fake news sobre Marielle. No Facebook, no Twitter e em áudios do WhatsApp, internautas têm divulgado informações de que a vereadora teria ligação com o tráfico e que sua morte estaria relacionada a um “acerto de contas”. Em um áudio, um homem não identificado afirma que ela só foi eleita por ter apoio de criminosos.

Alckmin e Doria: juntos na eleição

Um dia depois de o prefeito da capital paulista, João Doria, vencer as prévias do PSDB para ser o candidato tucano ao governo de São Paulo, o governador Geraldo Alckmin disse que estará junto com Doria na campanha. “O candidato do meu partido será o João Doria, portanto estaremos juntos”, disse Alckmin, em entrevista a jornalistas na manhã desta segunda-feira. O atual governador afirmou ainda que a candidatura de seu vice, Márcio França (PSDB), é “extremamente legítima”. “Márcio França está preparado para assumir o governo de São Paulo, quatro anos nos acompanhando, candidatura extremamente legítima.” França assumirá o comando do Palácio dos Bandeirantes em abril para que Alckmin seja candidato à Presidência da República.

Caravana de Lula começa mal

Ruralistas, simpatizantes do deputado federal Jair Bolsonaro e empresários da cidade de Bagé, na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, protestaram na manhã desta segunda-feira contra a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no município. Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, o protesto contou com tratores, um boneco de Lula, o “pixuleco”, em tamanho real atrás das grades, um homem fantasiado de preso e até cavalos com a garupa pintada com os dizeres “Lula ladrão”. A caravana de Lula pelo estado começou em Bagé com uma atividade na Universidade Federal do Pampa (Unipampa), criada durante sua gestão. Acompanhado da ex-presidente Dilma Rousseff e da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, Lula teve de mudar a programação prevista em razão do protesto e discursar sobre um carro de som estacionado ao lado do ônibus da comitiva, para que subisse rapidamente. Originalmente, ele falaria de um carro de som maior, onde ficaria mais vulnerável. O ex-presidente disse sair “triste” da cidade.

Retração na economia

O Banco Central divulgou, nesta segunda-feira, a Pesquisa Focus e apontou para uma contração na economia brasileira. Considerado um sinalizador do produto interno bruto (PIB), o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) teve uma queda de 0,56% em janeiro na comparação com o mês anterior. A produção industrial mostrou a mais forte retração em dois anos ao encolher 2,4% em janeiro, na comparação com dezembro. O volume de serviços recuou 1,9% na mesma base, no pior resultado para janeiro em seis anos. Por outro lado, as vendas varejistas voltaram a apresentar expansão, de 0,9%, num ambiente favorecido pela inflação e pelos juros baixos, que ajudam o consumo. Para este ano, a pesquisa Focus mostrou que a expectativa de especialistas é de expansão de 2,83% do PIB, acelerando a 3% em 2019.

IGP registra alta de 0,59%

A Fundação Getulio Vargas anunciou, nesta segunda-feira, o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M). Segundo a Fundação, o índice — que é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis — registrou alta a 0,59% na segunda prévia de março, após variação positiva de 0,03% no mesmo período do mês anterior, diante de forte alta em alimentos in natura no atacado. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que responde por 60% do índice geral e apura a variação dos preços no atacado, acelerou a alta a 0,83% no período, sobre recuo de 0,13% na segunda leitura de fevereiro. No IPA, segundo a FGV, os Bens Finais avançaram, em média, 0,41% na segunda leitura de março, depois de caírem 0,74% em fevereiro, movimento impactado pela alta nos preços de alimentos in natura, que saltaram 8,4%, sobre uma deflação de 3,62%.

Mais um passo para o Brexit

O governo do Reino Unido e a União Europeia anunciaram, nesta segunda-feira, o acordo sobre o período de transição do Brexit. Entre as decisões estão a permanência e os direitos de cidadãos europeus na ilha britânica e a permanência da Irlanda do Norte como parte do mercado comum e da união aduaneira. Para a primeira-ministra britânica Theresa May, o acordo vai proporcionar mais certezas à população e às empresas. Para o negociador-chefe da União Europeia para o Brexit, Michel Barnier, o acordo é um momento decisivo para evitar a saída do Reino Unido sem um tratado.

Novos venezuelanos sancionados

O governo dos Estados Unidos anunciou, nesta segunda-feira, que vai impor sanções a quatro novos venezuelanos. Segundo o governo, as pessoas sancionadas fazem ou fizeram parte do governo da Venezuela e tiveram papel importante na atual crise política do país. Entre os sancionados estão Willian Antonio Contreras, vice-ministro do Comércio Interno, e Nelson Reinaldo Lepaje Salazar, chefe interino do escritório do Tesouro Nacional, segundo o comunicado. Também foram alvo das sanções Americo Alex Mata Garcia, diretor suplente do conselho de administração do banco nacional de habitação, e Carlos Alberto Rotondaro Cova, ex-presidente do conselho do Instituto Venezuelano de Seguridade Social, disse o Tesouro.

Carro autônomo do Uber mata ciclista

Um carro autônomo da empresa de transportes Uber, em teste no estado do Arizona, atropelou e matou uma ciclista enquanto ela cruzava a rua. A vítima foi identificada como Elaine Herzberg, que morreu no hospital em decorrência dos ferimentos. A fatalidade aconteceu na madrugada de segunda-feira. É a primeira morte por atropelamento relacionada a esse tipo de tecnologia. Em nota, o Uber informou que está interrompendo todos os testes de veículos autônomos nos Estados Unidos e no Canadá. Até agora, quatro cidades participavam dos testes: Phoenix, Pittsburgh, São Francisco e Toronto.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.